Como é difícil saber qual alimento introduzir a seu filho, principalmente, quando se é mãe de primeira viagem. Escutar as avós, outras mães, o médico? Não há dúvida, todos possuem conhecimento para nos ajudar nesta escolha, mas uma coisa é certa: tudo tem seu tempo certo.

Muitas mães pensam que comida que agrade a criança não tem como ser saudável. Isso é um engano! Afinal, uma alimentação só pode ser saudável se for prazerosa. E para isso é preciso alguns cuidados na combinação, para permitir um crescimento e ganho de peso adequados, evitar a fadiga e o mal estar e não contribuir com a dificuldade de aprendizado no futuro. A dieta saudável deve conter: Energia, Carboidrato, Proteínas, Gorduras, Vitaminas, Minerais e Fibras.

Hoje, falarei sobre a Energia, Vitaminas, Mineiras e Fibras.

A Energia é utilizada no processo de crescimento e em tudo o que a criança faz, inclusive quando ela está em repouso. Ela deve ser obtida dos alimentos ricos em carboidratos, em primeiro lugar e, depois, dos alimentos ricos em gorduras.

Vamos entender as funções das vitaminas, minerais e fibras?

 

Organizei uma tabela referencial que poderá ajudá-las na introdução dos alimentos:

 

É muito importante ter paciência nesse período. Além disso, os pais devem seguir, ou ao menos tentar, uma dieta saudável, para que a criança se espelhe durante a alimentação. Quer saber mais sobre o assunto, confira na matéria abaixo: