A introdução de uma nova alimentação para o bebê é cercada de dúvidas e inseguranças. Muitos questionamentos das mamães são bastante comuns, e para ajudá-las, esclarecemos alguns deles:

Quando iniciar a introdução de alimentos sólidos (papinhas)?

Em caso de aleitamento exclusivo, após os 6 meses. Se o bebê já consome fórmulas lácteas, a introdução inicia-se aos 4 meses de vida. Sempre sob orientação do pediatra.

Quanto de alimento dar ao bebê?

As primeiras papinhas não devem ultrapassar a medida de 1 colher de sopa, aumentando-se a quantidade gradativamente de acordo com a aceitação do bebê.

Complementa-se com leite?

Sim. O leite é fundamental para as crianças, principalmente nas primeiras fases da vida. Deve ser oferecido sempre pela manhã, à tarde e à noite (no mínimo).

Posso oferecer sobremesa?

Ofereça sempre uma frutinha como sobremesa. A partir dos 6 meses, o bebê já pode experimentar algumas opções em forma de sucos e papinhas e de acordo com sua aceitação, tente evoluir para consistências mais sólidas (raspadinhas, amassadinhas).

Quais os alimentos adequados para cada faixa etária?

Nas primeiras papinhas, priorize os mais fáceis de engolir, depois vá mudando para os consistência mais dura, em seguida em pedaços até chegar a consistência de alimentação dos adultos.
4 a 6 meses
Como o bebê está iniciando a fase do desmame, introduza os alimentos um a um, por um período de três dias seguidos, observando a aceitação e a ocorrência de fatores como diarréia e alergia. Nesta etapa, ofereça alimentos pastoso e líquidos, em pequena quantidade. Depois de testar alguns alimentos, faça combinação entre eles.
As frutas devem ser oferecidas em forma de sucos e papas, geralmente, a introdução acontece primeiro do que a alimentação salgada.
Lembre-se: o volume aumenta conforme a aceitação do bebê.
7 meses
Acrescente pedacinhos de carne, legumes diferentes e observe a aceitação. Tente aumentar o volume.
9 meses
Inicie a introdução das frutas em pedacinhos e observe a habilidade de mastigação do bebê.
12 meses
Agora está na hora de colocar o pimpolho para comer com a família! Ofereça os alimentos em pedacinhos menores, de forma que, aos poucos, seu bebê esteja apto a comer de tudo. Atenção para que alimentação continue saudável e nutritiva.