A Ciça vem a cada dia ampliando seu vocabulário. A maioria das palavras ainda estão sendo formadas, por exemplo, carro é caô, vovô é bobô e assim por diante… O fato é que a minha bebê (ok, a minha menininha) disparou a falar, de uma hora para outra… Daqui a pouco será como a Emília, a boneca faladeira do Monteiro Lobato.

Como ela ainda não está na escola, acredito que o grande incentivo partiu de nós, papais. Desde sempre damos livrinhos e revistas para ela folhear, e lemos para ela. Até no chuveiro tem livro!  Além disso, deixamos com que ela assista a desenhos que incentive a linguagem (Discovery Kids e Disney Channel, são ótimos), os DVDs também ajudam.O importante é incentivar a curiosidade e deixar com que explore a imaginação. Outro dia fiquei super feliz pois a peguei folheando um livro da Mafalda (que orgulho!).

Esse final de semana fiz uma seleção das palavrinhas que a filhota já fala para registrar em um álbum de recordação e também para conversar com a pediatra, o universo é composto por 20 palavrinhas! De acordo com a pediatra, ela está muito bem para a idade (1 ano e 8 meses) e cabe a nós, papais, incentivar ainda mais. Algumas dicas:

se o bebê usa chupeta, tente limitar o uso para a hora de dormir
aponte figuras em revistas e livros, conte para a criança o que é e depois peça para ela identificar
leia livros de histórias infantis
cante musiquinhas

É muito importante também falarmos a palavra correta e completa para a criança. Não ensine errado, para não incentivar a Dislalia. Veja mais sobre isso aqui.

Antes da Ciça nascer, participei do projeto da Fundação Itaú Social (Programa Itaú Criança) e recebi 3 livros em casa, que a Ciça adora. O projeto continua, visite o site.

Quer saber mais sobre o desenvolvimento da fala? Releia o post da Letícia Palmer.