Pode parecer um exagero, mas é de pequenino que se torce o pepino! 

Usar o fio dental mais cedo vai ajudar na formação de hábito. Para os bem pequenos basta verem os pais usando e brincar com o fio enquanto isso. A aproximação do objeto usado pelos adultos funciona! E passar o fio dental pode com o tempo tornar-se uma brincadeira agradável!

E para os bem maiores vale até guardar o fio dental com o controle remoto da TV. Que tal ficar passando o fio durante o tempo em que a criança ou adolescente ficam parados na frente da tela, como ocorre em várias casas? Para muitos é a solução!

É preciso insistir em passar o fio dental ao menos uma vez ao dia. A remoção da placa é feita normalmente onde a escova alcança e fica faltando aquele lugarzinho entre os dentes. O dentista poderá avaliar se a sua criança está com mais risco de desenvolver estas lesões ao observar algum tipo de inflamação gengival no local, radiografar se necessário, e orientá-lo dentro da realidade da criança e da família.

Além da técnica tradicional, existe no comércio um passa fio que pode ajudar bastante:

Mas para quê o fio? Criança tem cárie entre os dentes? Sim, tem sim senhor. E os locais de maior incidência são:

:: Entre os dentes da frente superiores, bem nos dois da frente, especialmente naquelas crianças que têm os dentes bem juntinhos.
:: Entre os últimos dentes de leite que só vão cair por volta dos dez ou doze anos de idade.

Prevenir é o melhor remédio!
Portanto, vale retomar o “RAP” dos dentinhos:


E para o sorriso ficar total 
Vamos chamar o fio dental!