A primeira plantinha a gente nunca esquece ;)

                         
“As crianças não brincam de brincar. Brincam de verdade”
Mario Quintana

Você sabe realmente qual a importância do Brincar na infância? É por meio dele que a criança exercita a criatividade, a imaginação, desenvolve o raciocínio, a linguagem… As brincadeiras não devem se limitar a aplicativos online, presença de recreadores etc. É importante o construir, o brincar livre, curtir as pracinhas, passear pelos parques, explorar os museus e tantos outros espaços bacanas pela cidade.

Brincar é tudo na infância. As crianças aprendem a se expressar, a dividir, a fazer amigos, a respeitar as regras. As crianças descobrem o mundo pelo brincar!

Durante a Ação virtual pelo Brincar promovida pela Aliança pela Infância me propus a vivenciar com a filhota um brincar nunca antes brincando. Não foi nada fácil, pois a Ciça se diverte muito, sempre. Mas, parei para pensar um pouquinho e percebi que algumas brincadeiras ela já tinha vivenciado na escola, mas não com a mamãe aqui. Então, nos aventuramos por brincadeiras que todo mundo pode fazer com seus filhos. Eles se divertirão de montão!

Brincando e aprendendo sobre as plantinhas

Nós colocamos a mão na massa, ops, na terra, literalmente. Durante o “Brincando na rua“, aproveitamos uma oficina promovida para que a pequena pudesse conhecer a novidade. Tocar a terra, plantar a muda, conhecer a minhoca, regar e acompanhar o crescimento da plantinha. Ciça aprendeu brincando ;)

Que cara de satisfação!
Sua primeira mudinha plantada ;)
Brincando e vencendo o medo

Ir ao parque de diversão é um passeio rotineiro da família, mas passear na Roda Gigante, não. A mamãe aqui tem pavor de altura e mesmo com o incentivo do marido, sempre se negava a experimentar. Mas um apelo da pequena para ver a Lagoa da Pampulha lá do alto me convenceu, e lá fomos nós nos divertir nas alturas!

Mamãe e filhinha nas alturas

                                     

                 

Pintando o 7

Desenhar é atividade recorrente por aqui. Mas pintar não! A Miriam me acompanhou e levamos as meninas para curtir um parquinho e ainda pintar suas primeiras obras de arte (que lindeza!). O quadrinho fica exposto na parede do quarto e a pequena anda toda orgulhosa, mostra e explica para todo mundo. 

Experimentando as cores
O que vale é a imaginação!

O mais importante em todas as brincadeiras foi a diversão. Não nos preocupamos com o tempo, com regrinhas, com sujar a roupa, com fazer o que é certo (aos olhos adultos). 
Então, vamos brincar?

Criança feliz, mamãe contente ;)
“Brincar com crianças não é perder tempo, é ganhá-lo”
Carlos Drumond de Andrade

#SemanaMundialdoBrincar
Este post faz parte da Blogagem coletiva em comemoração a Semana Mundial do Brincar promovido pela Aliança pela Infância”