Em tempo de férias muitos pais se perguntam como fazer com a alimentação das crianças. Concordamos que hoje em dia são poucos os pais que podem acompanhar as crianças nas férias, que normalmente ficam em colônias de férias (com ótimas opções) e também com babás ou parentes.

Para manter a rotina da família é importante que, mesmo em casa, a criança tenha, na maior parte do período das férias, a mesma rotina de alimentação realizada no período de aulas. Não tem nada mais cansativo do que chegar em casa depois de um dia de trabalho e observar que o filho só beliscou o dia todo, está hiper ativo e precisa ainda fazer uma refeição completa. Por isso é importante conversar com a pessoa que estiver com a criança sobre a rotina alimentar.

Para facilitar esse processo evite comprar e deixar à vista lanchinhos industrializados como bolachas, bolinhos, entre outros. As férias devem ser sinônimo de brincadeiras em família e passeios diferentes e não “férias de guloseimas”.

Claro que sempre temos momentos onde os sorvetes, os lanches da vovó com bolo de chocolate e picolés estarão presentes, mas procure não associá-los a períodos de férias de escola, e sim momentos existentes durante toda a vida, para evitar o sentimento de que as guloseimas são uma compensação ou prêmio.

Concluindo: se você já faz uma alimentação balanceada e nutritiva para seu filho, permaneça sem alterações durante as férias. Lembrando que uma alimentação saudável permite esporadicamente o consumo de alimentos nem tanto saudáveis mas que fazem parte da nossa cultura. Bom senso sempre e você estará fazendo sua parte na educação nutricional e na promoção da saúde do seu filho!