Em alguns, o charme está nas manchinhas na pele. Em outros, o charme é da “pinta no dente”
Falamos já das manchinhas escuras que são removíveis por uma boa limpeza, causadas por uso diário de sulfato ferroso; alimentos corantes e certa bactéria benigna. E também dos tipos de manchas provocadas pela cárie dentária em seus diversos estágios.

Mas… E aquelas manchinhas brancas? São prejudiciais à saúde dos dentes? Como apareceram? Tem jeito de tirar? Podem virar uma cárie?

É muito comum encontrarmos manchas brancas nos dentes de leite. A maioria é de formação e não são prejudiciais à saúde do dente. Porém, é preciso identificar logo se não é um início de cárie, como descrevemos no último post.

Portanto, em dentes de leite, manchas brancas encontradas podem ser:

1) Mancha branca associada à doença cárie. 

2) Mancha hipoplásica
Esta mancha já nasce com o dente. Decorre da alteração da deposição de minerais no esmalte na época da formação do dente. Em geral relaciona-se a um período de enfermidade da mãe (gestação) ou da criança (antes do dente aparecer na boca, na época da formação da coroa do dente). Esta mancha, quando não cavitada, não prejudica a saúde do dente. Se cavitada, o odontopediatra deve avaliar se há necessidade de intervenção.

3) Mancha da constituição normal do esmalte do dente de leite
É comum observarmos nos dentes de trás umas manchinhas brancas da própria constituição do dente. O dente de leite é fabricado num tempo mais curto que o dente permanente, portanto a deposição dos minerais não é tão organizada. Daí a observação de uma coloração não homogênea em alguns locais.A diferença entre as diversas manchas é muito sutil. E devemos ter cuidado para não confundir as manchas brancas dos dentes de leite com aquelas provocadas pelo excesso de ingestão de flúor: a fluorose. Elas são observadas apenas nos dentes permanentes.

E então? A mancha branca está presente, mas não é cárie dentária! Ufa! Vamos ter agora que escolher o melhor caminho possível:

– lidar com a mancha como se fosse um problema, um azar!
ou
– falar dela com carinho, enxergando uma história de vida do dentinho. Tem gente que tem cicatriz no braço ou na perna. E tem gente que tem pinta branca no dente! Legal é a gente ter uma marquinha para contar história! E com muito charme 😉