Localizada em um dos bairros mais charmosos da nossa capital, a pracinha conhecida como Marília de Dirceu* tem nome de João Luiz Alves. Super arborizada, foi inaugurada na década de 30 e é muito bem cuidada com o apoio da Associação do Bairro.
Por lá, encontramos várias iniciativas exemplares que deveriam ser aplicadas nos demais espaços da capital: lixeira específica para as fezes dos animais, brinquedos em banco de areia (a área é cercada, o que evita contato com os animais), sinalização e um jardim bem cuidado. Ah, se toda pracinha fosse assim, né?

Ótima iniciativa ;)

Cantinhos de puro charme

Arena

Os brinquedos ficam na areia e cercados

Aproveitamos as férias escolares para passear na pracinha e foi uma manhã super agradável. A praça conta com mesas de jogos, bancos, uma arena e até um jornal-mural ;)

Notícias e curiosidades sobre o bairro

Muito espaço para brincar ;)

O que tem de bom por lá:
:: banco de areia cercado
:: bancos de contemplação e área com sombras
:: lixeiras para coleta de fezes dos animais
:: mesas de jogos

O que precisa melhorar:
:: mais opções de brinquedos, inclusive, para crianças com mobilidade reduzida


Curiosidade! Título da principal obra poética do escritor Tomás Antônio Gonzaga, Marília de Dirceu é, na verdade, o nome da rua que fica em frente à praça que leva o nome do mineiro com extensa carreira jurídica e política.

Quer conhecer?

Exibir mapa ampliado