Foto: Vivian Fernandes

Conhecemos o Libânio em um desses eventos para crianças na rua que a gente adora participar. Atividades rolando, criançada feliz pra todo canto e, de repente, notamos uma aglomeração de pessoas no meio do quarteirão. Fomos chegando devagar para entender o que estava acontecendo ali.

E lá estava ele: com barbante na mão, cantando histórias que deixavam crianças e adultos vidrados. Barbante, jogos articulados, brinquedos de madeira e tantos outros, são a base dos enredos que encantam os pequenos. “Eu gosto disso, dessa reunião de crianças. Mas não gosto muito de marcar para ir nos lugares. Gosto de, de repente, resolver ir e aparecer por lá”.

Rodrigo Libânio Christo, na realidade, é um “brincante” há mais de 35 anos. Já animou milhares de festas de aniversário, trabalhou com educadores aqui e em Belém do Pará, utilizando a brincadeira como método didático, além de já ter atuado em instituições, usando as técnicas também com os adultos.

Foto: Júnia Chaves
Foto: Júnia Chaves

Em um dos Encontros Na pracinha, que aconteceu na Praça JK, em maio deste ano, tivemos a felicidade de tê-lo conosco. A manhã estava bem fria e as crianças foram chegando aos poucos. De repente, lá veio ele, devagarzinho, entoando melodias em uma flautinha doce. De qual livro de histórias esse moço saiu, gente?

E a criançada não parava de se juntar, sentando ao seu redor, numa curtição sem fim.

Viramos fã do trabalho do Libânio. E em todo encontro Na pracinha, ficamos assim, torcendo para ele, “de repente, resolver ir e aparecer por lá”.

Vejam um pouquinho do que ele apresenta para os nossos pequenos. Mas imaginem a mesma coisa, só que ao ar livre, com árvores ao redor, banquinhos, passarinhos. Sim, na pracinha. É coisa linda de viver, minha gente :)