Foto: http://maesamigas.com.br/sangramento-gengival-na-gestacao/

No último post abordamos a importância dos cuidados com a saúde bucal da gestante, em especial da gengiva, que costuma apresentar alterações em função das variações hormonais inerentes ao período de gravidez.

Hoje falaremos um pouco do tratamento dentário:

:: Qual a melhor época na gestação para ir ao dentista? 


O primeiro trimestre não é o mais indicado para a visita da gestante ao dentista. Nele ocorre a fertilização e implantação, bem no início (até o 17º dia). Neste período ocorre a organogênese (do 13º ao 56º dia) que é o período de diferenciação orgânica. É um período de maior risco para o bebê, devendo-se evitar o uso de remédios, e qualquer medicamento, caso necessário, deve ser tomado sob orientação profissional. Além disso, a paciente apresenta mais enjoos nesta fase.

Caso haja necessidade de ir ao dentista no primeiro trimestre, procure marcar a consulta na segunda metade do período da manhã, quando os enjoos são menos comuns.

O segundo trimestre é a época ideal para a consulta diagnóstica preventiva, e também para o tratamento odontológico, quando necessário. Esse é o período de maior estabilidade da gestação.

O terceiro trimestre deve ser evitado para tratamento dentário, pois a gestante, em geral, apresenta frequência urinária aumentada, às vezes algum inchaço nos pés e pernas, e não fica confortável na cadeira quando muito deitada. Caso o tratamento seja realmente necessário neste período, ele deve ser realizado com os devidos cuidados. Entre outros, o encosto da cadeira deve ficar elevado o quanto possível.

Mas, em qualquer época da gestação, se há um incômodo real, vale a pena procurar ajuda profissional, pois as consequências de uma dor de dente ou de um processo inflamatório pode afetar o bebê. Tratamentos mais curtos e menos estressantes devem ser priorizados.

:: E se o dente doer, a gestante pode ser anestesiada? E quanto a tirar radiografias?

Caso necessária intervenção com anestesia, ela pode ser feita com os devidos cuidados. A radiografia, quando imprescindível, deve ser realizada no segundo ou terceiro trimestre, utilizando avental de chumbo. 

:: Existe uma posição mais adequada para a gestante se deitar na cadeira do dentista?

Virar para o lado esquerdo dá mais
conforto e segurança à gestante

Devido ao crescimento do útero, parte normal do processo da gestação, a veia cava inferior e a artéria aorta sofrem certa pressão.

Portanto, virar para o lado esquerdo ajuda a desobstruir a passagem do sangue, dando mais conforto e segurança à gestante. 
Pode parecer um pouco estranho, pois você vai ficar com o corpo virado para a direção da cuspideira (nos consultórios tipo padrão) e a cabeça voltada para o dentista, mas na prática dá certo. (fig. 8)
    
Opção com uma almofada elevando o quadril
Outra opção é a posição convencional de barriga para cima, porém com uma almofada elevando o quadril do lado direito em aproximadamente 10 a 12 cm.
Terminada a consulta, em todos os períodos, a dica é levantar devagarzinho para não ficar tonta. Aliás, esta dica é para qualquer pessoa que vai ao dentista!



No próximo post abordaremos as seguintes questões sobre a gestante:
:: A mãe perde cálcio dos dentes para o bebê? A gestação enfraquece os dentes da gestante?
:: O que ela alimenta interfere na formação do paladar da criança?
:: Ela deve procurar um odontopediatra para orientações para o bebê que ainda nem nasceu?