Foto: Via www.vitalin.com.br

 

O café da manhã é considerado uma refeição tão importante quanto nosso almoço e jantar. Quando não nos alimentamos ao acordar, o cérebro libera hormônios que provocam fome, tensão, estresse, irritabilidade e sonolência. O nível de açúcar no sangue diminui, dificultando a atenção e o aprendizado, e a realização de atividades físicas pode ocasionar fraqueza. E a criança tem a tendência a compensar nas refeições seguintes ingerindo uma maior quantidade de alimentos e também mais energéticos (ricos em gordura e açúcar).

Quando o café da manhã pode ser oferecido?

O hábito de consumir algum alimento ao acordar deve ser oferecido desde o nascimento com o oferecimento do leite materno. Dessa maneira, será mais fácil a criança aprender a adquirir o costume de se alimentar nesse período.

Dos quatro aos seis meses de idade a mãe já pode incluir a fruta no meio da manhã e naturalmente ir aumentando a quantidade de alimentos nesse período, com o objetivo de que gradualmente esse lanche complemente/substitua a amamentação e se torne o desjejum principal. Assim, o bebê começa a consumir a frutinha amassada aos seis meses e com um ano de idade ele já pode estar se alimentando com o desjejum da família.

O que oferecer?

Um café da manhã completo e balanceado deve conter grupos de alimentos que se complementam e fornecem os nutrientes que a criança necessita, assim:

:: Fonte de carboidratos: pães macios, aveia, cereais, bolachas macias (livre de gorduras trans e açucarados);

:: Fonte de proteína: leite, queijo branco, iogurte natural, ovos (o leite e derivados também são fonte de cálcio);

:: Fonte de vitaminas e minerais: frutas e sucos, geléia sem açúcar;

:: Fonte de ácidos graxos: requeijão, manteiga, margarina, azeite.

Exemplos:

:: Vitamina de banana e pãozinho de leite com queijo minas;

:: Iogurte com manga picada e pão de forma com requeijão;

:: Suco de laranja e bisnaguinha com ovos mexido e pedacinho de queijo minas.

É muito importante a família reservar um tempo para a realização do café da manhã juntos, pois dessa maneira que construímos positivamente os hábitos alimentares que irão perdurar ao longo da vida.

Um amor mais forte que todos, um amor mais obstinado do mundo e um amor mais duradouro que existe: amor de mãe! Parabéns a todas as mães por serem assim preciosas e insubstituíveis.