Domingo de parque e pipoca :)
No último final de semana, passeamos novamente no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, o mais popular da cidade. Inaugurado em 1897, na antiga Chácara do Sapo, foi inspirado no estilo romântico dos parques da Belle Époque, com coretos e roseiras <3

No primeiro passeio, a Flávia curtiu um dia super nostálgico, afinal, era um dos seus destinos preferidos quando criança. Pedalinho, coreto, “zebrinha” (os burrinhos pintadinhos, lembra? Ô dó!).

E também os lambe-lambe, que ela não encontrou em seu passeio com a pequena e nós também só nos deparamos com fotógrafos digitais. Teremos que voltar lá para buscá-los novamente (!)

No passeio do ano passado, a Ciça curtiu muito o lado verde que o Parque tem para oferecer. Elas encontraram por lá três Lagoas, uma delas com o pedalinho, além de pracinhas e largos, como o dos Barcos, Marrecos, do Sol. O Bebedouro de Burros, a Ilha dos Amores, Monumento da Mãe Mineira, Viveiro, Cascatinhas e Jardim das Borboletas, além do Orquidário. Para os visitantes, é possível passear pelo parque por rotas.

No último domingo, fizemos um passeio super “belorizontino”: fomos à Feira Hippie e aproveitamos para conferir os brinquedos que deixam a meninada enlouquecida no Parque Municipal. Sara ficou empolgadíssima com o Safari (o nosso Carrossel), com o brinquedo do Sapinho e com a Pista de Choque (o Bate-Bate com um nome mais sofisticado).

O Parque conta também com o Twist, a Roda Gigante e o Zig Zag, além do trenzinho que circula com as crianças. Os ingressos estão R$ 2,50 por brinquedo e os acompanhantes também pagam.

Os brinquedos gratuitos também estiveram em nossa rota do divertimento. O castelão é um dos preferidos da criançada, que corre e escala para todos os lados. Além dele, três brinquedos contendo escalada e escorregador ficam disponíveis para as crianças se divertirem.

No ano passado, o Parque Municipal recebeu a doação de um balanço para crianças que utilizam cadeiras de rodas. Ele foi doado por um morador da cidade. Curiosos, fomos procurar o brinquedo para conhecê-lo de perto. Ficamos frustrados quando nos deparamos com uma grande corrente e cadeado prendendo o balanço e impedindo a sua utilização. Em Belo Horizonte, são poucos os parques com brinquedos adaptados e quando descobrimos um, ele não funciona (!)

Para os amantes de esportes, o Parque Municipal conta com equipamentos de ginástica, pista de caminhada, quadras, pista de patins e quadra de tênis (!).

O espaço também funciona como centro de educação ambiental e cultural, afinal, o Palácio das Artes e o Teatro Francisco Nunes também fazem parte do complexo. Vale também acompanhar a agenda de Concertos no Parque da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e assistir a uma apresentação (geralmente pela manhã em um final de semana), é emocionante.

E como não podia deixar de ser, o local é um ótimo destino para um piquenique, encontramos dezenas de famílias com suas toalhas no chão :)

O Monumento Mãe Mineira fica numa pracinha <3
______________________________________________________

Natureza e arquitetura:

Lagoa dos Marrecos

Olha os donos do pedaço!

Vem cá, patinho!

Que linda vista da Lagoa do Quiosque!
Olha o Birosca, mascote da Lagoa do Quiosque
Cadê o Birosca, mamãe?
Por todo lado, um monumento!

O parque é cheio de história

Lagoa dos Barcos

As espécies identificadas

______________________________________________________

Brinquedos e diversão:




Twist

Pista de Choque (vulgo Bate-Bate)

Zig-Zag

A clássica roda Gigante
Safári (vulgo Carrossel)

Sapinho – curtindo na maior empolgação

Trenzinho
Os ingressos – sinalização handmade ;)

Os burrinhos continuam fazendo sucesso!

____________________________________________________

Brinquedos gratuitos:




O colorido da diversão



Três mini castelinhos com escorregadores e trepa-trepa

O famoso Castelão

Onde as crianças sobem e descem curtindo a aventura

O recém-doado balanço para crianças cadeirantes – que estava travado com cadeado. Pode isso?

Quadra de tênis, gente!
Outra quadra poliesportiva no pedaço

O que tem de bom por lá?
:: muitas opções de lazer
:: brinquedos
:: muito verde
:: roteiro de caminhadas por estações
:: presença da Guarda Municipal

O que precisa melhorar?
:: sinalização
:: a cobrança de ingresso do acompanhante nos brinquedos


Vale ficar atento!
:: como o parque é grande, às vezes os banheiros ficam distantes, vale precaução na escolha do lugar para o piquenique e para a troca de fraldas
:: mesmo com a presença da Guarda Municipal, não descuide de seus filhos, acompanhe-os por toda parte ;)
:: no dia da visita, presenciei o motorista do trenzinho manobrá-lo sem analisar se tinha crianças próximas. Antes da manobra, havia uma criança acompanhada de sua avó tirando fotos enquanto o mesmo estava estacionado, o motorista simplesmente entrou e arrancou. Ainda bem que não aconteceu nada com a criança, mas achei o ato muito imprudente…!

Que tal programar um piquenique?
Quer visitar?


#repost
Primeira publicação em agosto/2013
Post atualizado em maio/2014