“Aqueles que passam em nossas vidas não vão só e nem nos deixam sozinhos, levam um pouquinho de nós e deixam um pouquinho de si” _ Mario Quintana

Essa pracinha com cara de ponto de encontro do interior fica no bairro Dona Clara e em 2007 foi rebatizada com o nome Praça Miriam Brandão,  como um tributo às mães de crianças desaparecidas e vítimas de violência.

Adotada por uma escola e um shopping da região, a praça não tem nenhum brinquedo :( Sem balanço, sem escorregador, mas com um bom espaço para a meninada correr à vontade. Uma pracinha em homenagem às crianças merecia um pouco mais de atenção e muita ludicidade, não é mesmo?

A praça normalmente é frequentada para caminhadas e para dar uma relaxada nos banquinhos. No dia de nossa visita não havia ninguém por lá, somente a gente… Será que os pais se cansaram da falta de cuidados na pracinha?

Mas a pequena não ficou sem diversão. Além de se aventurar na bicicleta, curtiu a Amarelinha pintada no chão. Eventualmente, acontece na pracinha um evento chamado “Leitura na Praça”, promovido pelas empresas da cidade, com várias atividades para as crianças.

E aí, será que dá para mudar esse cenário e conseguirmos um espaço encantador para as nossas crianças? Será que as empresas que adotaram a pracinha não podem dar mais atenção?

Se no seu bairro também há uma pracinha nesta situação, aproveite as dicas sobre como brincar ao ar livre e invente a diversão :)

Uma amarelinha para alegria da pequena, mas poderia ser mais bem cuidada, né?

Recadinho para os donos dos au-au

Espaço não falta, mas atrativos…

Era uma vez um brinquedo?

Pracinha com cara de interior

Cores em pleno outono

O que tem de bom por lá:
:: espaço
:: bancos de contemplação

O que precisa melhorar:
:: brinquedos para as crianças
:: academia da cidade


Como chegar:


Exibir mapa ampliado