Foto: www.saudeinfantil.blog.br

E agora? A gente não preza tanto pela autonomia? Não orienta nosso filho a calçar o sapato, vestir a blusa, guardar os brinquedos…? E se ele resolve escovar sozinho os dentes? Que argumento nós temos nesta hora?

A coordenação motora vem se desenvolvendo aos poucos e algumas crianças fazem realmente uma boa escovação. Mas não é o que acontece na maioria das vezes.

Para conferir a qualidade da escovação de seu filho, vão aí algumas dicas:

– Usar corante de placa após a escovação para avaliar se ainda tem muita placa.

-Pedir ao seu odontopediatra uma opinião. O ideal é deixar que a criança faça a higiene bucal antes da consulta para que a avaliação possa ter um dado real. O dentista pode avaliar os pontos falhos, conversar com a família sobre acompanhar a escovação e complementar onde for preciso melhorar. Se considerar que a escovação está muito a desejar, pode orientar a família a escovar todos os dentes da criança uma vez ao dia.

É realmente importante, na maioria das vezes, que o adulto complemente a escovação uma vez ao dia. O fio dental vai entrar neste momento. E como diz o “RAP dos dentinhos”:

Agora um adulto pra completar
Boca bem grande pra escovar!

E para o sorriso ficar total
Vamos chamar o fio dental!

Na propriedade de pais, com autoridade e psicologia, vamos garantir que nossos filhos caminhem para a autonomia. Sempre com muito amor!