Já ouviram falar nas “doenças da Copa”?

Com o início da Copa do Mundo, milhares de pessoas de diferentes países chegam e circulam livremente de norte a sul do Brasil. E, consequentemente, com as grandes aglomerações, algumas doenças, especialmente as de transmissão respiratória, podem ser mais facilmente disseminadas.

Nesta época do ano, sem dúvida, a gripe é a maior preocupação, uma vez que o vírus influenza está disseminado no mundo todo. Outra doença que merece atenção é a coqueluche. Esta é uma doença infectocontagiosa que atinge o trato respiratório, e tem como principal sintoma, a tosse comprida, que dura várias semanas. É especialmente mais grave em crianças pequenas e idosos. Apesar de a vacina contra coqueluche fazer parte do calendário vacinal brasileiro, e estar disponível nos postos de saúde, esta doença vem aumentando sua prevalência no Brasil. Também, como a gripe, a coqueluche tem sua transmissão favorecida com as aglomerações de pessoas, principalmente em lugares fechados.

O sarampo e a poliomielite ainda são encontradas em diversos países. Portanto, com a chegada de estrangeiros, existe a possibilidade dessas doenças serem reintroduzidas no Brasil.

A febre Chikungunya, é uma doença viral parecida com a dengue, transmitida por um mosquito “parente” do aedes aegypti. Originário da África, nos últimos anos, inúmeros casos desta doença foram registrados na Europa e Ásia, e mais recentemente, no Caribe. A maior preocupação das autoridades sanitárias é que o mosquito transmissor da dengue, aedes aegypti, tem todas as condições de espalhar o vírus chikungunya pelo país. Os sintomas da febre Chikungunya são parecidos com os da dengue, porém, há um acometimento importante das articulações, o que na dengue não acontece. Até o momento, raríssimos casos, todos importados, foram vistos no Brasil.

Como devemos nos prevenir? Uso de repelentes, higiene das mãos, evitar aglomerações em locais fechados, e principalmente, manter a caderneta vacinal em dia. Atenção: a partir deste ano, a vacina contra coqueluche estará disponível nos postos de saúde para as gestantes.

A copa está aí! Vamos enfeitar nossas casas e ruas, curtir com as crianças, com os devidos cuidados, e com muita alegria! Vai Brasil!