Piso novinho em folha – agora, aguardamos a manutenção dos brinquedos :)
Uma praça cheia de charme. Eu sou suspeita para falar, já que fica perto da minha casa. Mas a Praça Floriano Peixoto é tudo de bom para gestantes, crianças e bebês.

Logo que me mudei para o bairro São Lucas, a revitalização da praça estava quase pronta. Em pouco tempo, a empresa de plano de saúde responsável pela obra e pela conservação, inaugurou o espaço, que desde então se mantém muito bem, obrigado.

Infelizmente, com o tempo, acompanhamos o piso sendo destruído, os brinquedos, aos poucos, desaparecendo, os balanços aparecendo quebrados. E é muito triste perceber que tudo isso acontece pelo mau uso das pessoas. As praças deveriam ser nosso quintal de casa, sabe? Esquecemos que elas são nossas, assim como os parques da cidade. São os espaços ao ar livre que precisamos pra aliviar nossa rotina estressante da cidade grande, pra levar nossos filhos, pra relaxar.

Como é bom chegar em uma praça e ver lindos jardins floridos, brinquedos limpos e organizados, as brincadeiras, automaticamente, parece que já ficam melhores.

E foi com muita satisfação que, no último final de semana, conferimos a restauração de metade do piso emborrachado da Praça. Agora está novinho, pronto para proteger nossas crianças, que não param de correr nesse espaço tão agradável.

Ainda falta a outra metade e, infelizmente, os brinquedos ainda não foram restaurados também. Mas a boa notícia é que as coisas estão caminhando – conforme indica a empresa responsável, por meio das redes sociais: a manutenção dos brinquedos “está contemplada na segunda etapa da obra, com o processo de cotação de fornecedores em andamento”. 


O que mais desejamos é ver, não só essa, mas todas as praças e parques da cidade, bem cuidados para a diversão de quem mais interessa: nossos pequenos brincantes.

Por que a Praça Floriano Peixoto é tudo de bom?
:: Porque está sempre florida
:: Porque está buscando a sua manutenção
:: Porque tem áreas com sol e com sombra – sim, tem praça que bate sol em todos os lugares o tempo inteiro (dá pra entender?)
:: Porque tem espaço para os pais fazerem caminhada e alongamento enquanto as crianças se divertem
:: Porque tem gramados bem grandes para as crianças correrem e até prepararem um piquenique
:: Porque o Batalhão da Polícia Militar fica exatamente em frente à praça e a Guarda Municipal está sempre presente, deixando tudo mais seguro

Uma praça para os pequenos corredores

E muito, muito espaço para os motoristas-mirins se divertirem
No balanço da Praça :)

O gramado é convidativo para as melhores brincadeiras!

E o barangandão também tem seu lugar na Praça, é a maior diversão!
Porque brincar ao ar livre é tudo de bom!

Slackline: esporte que já faz parte da Praça Floriano Peixoto
Jogo da velha gigante – brinquedo para todas as idades

Foto: Mari Camargos
Blocos que formam palavras – e servem de apoio para a Bia aprender a se equilibrar :)
Sinalização especial desenvolvida com carinho :)

Os animais de montar são um charme só.
Mas deixamos uma sugestão: instalar local apropriado para as crianças segurarem, as mãozinhas ficam meio perdidas!

O que toda praça devia ter: balanço para cadeirantes

Um dos acessos principais da Praça fica bem em frente ao Batalhão da Polícia Militar :)

E pra completar, a Praça Floriano Peixoto nas palavras de leitores Na pracinha:

Foto: Mari Camargos
 “Eu e minha família frequentamos a praça, que é a mais próxima de nossa casa. Desde que foi apadrinhada pela iniciativa privada seus jardins estão bem cuidados, a varrição melhorou e novos brinquedos foram instalados. A melhora é nítida para seus seus frequentadores e também para os transeuntes (pedestres, motoristas, usuários de transporte público) que passam com frequência na região. Não acho muito bacana o fato dos brinquedos serem tão próximos à academia da cidade, mas este parece ser um padrão adotado pela administração municipal. Adoro a oferta de eventos e atividades que fazem deste espaço público um local plural, como os grupos de skate e de slackline e os teatros e shows musicais. Uma sugestão interessante seria para os próprios frequentadores do espaço: por vezes falta bom senso! Há quem leve o cachorro pra passear e esqueça os dejetos do bichano por lá. Há também quem queira fazer manobras radicais com bicicletas e skates na estreita pista de caminhada, isto sem falar nos que optam por caminhar no contra-fluxo. Sim, a praça é nossa, mas se cuidarmos bem dela e formos mais sensatos, ela fica ainda mais agradável.” Thaís Alencar, mãe da Beatriz

“Adoro a praça! O espaço é bem legal, os brinquedos, muita grama para correr e se jogar. De maneira geral está sempre bem cuidada, nessa época está super florida. A proximidade de casa nos faz frequentadores de carteirinha. Acho que o que precisa melhorar é a educação dos frequentadores, domingo estive lá e fiquei nervosa com as pessoas jogando lixo no chão e com os adolescentes dependurados nos brinquedos das crianças. Talvez faltem ações nas praças especialmente para a questão do lixo. Será que o Na Pracinha poderia tratar do assunto nos encontros? Acredito que o público dos encontros não jogue lixo no chão mas uma ação pode atingir outras pessoas.”
Sandra Alves, mãe da Helena

Vamos programar o próximo passeio?

Quer saber mais? Assista à reportagem da TV PUC sobre a sua revitalização:





Que tal conhecer a Praça pelo Nosso Mapa do Tesouro? Veja aqui.



Como chegar?

Exibir mapa ampliado

#repost
Publicado em março/2012
Primeira atualização em novembro/2013
Segunda atualização em setembro/2014 ;)