Aí a gente descobre que está grávida e vai, toda empolgada, contar para a pequena a novidade que está por vir:

– Filha, você vai ganhar um irmãozinho! Mamãe está esperando um bebê, que está aqui, dentro da minha barriga :)

E ela, balançando a cabeça:

– Não, não precisa, mamãe. Eu já tenho o Henrique, meu primo, eu brinco com ele.

(???)

– Mas ele vai morar com a gente, filha, é diferente.

– Não, não. Não precisa…

E sai, tranquila, para brincar.

[Mãe sem palavras (ó céus)]

Pós post: depois desse momento fatídico, a pequena, aos poucos, assimilou a ideia, já conta para os amiguinhos que “tem um neném na barriga da minha mãe” e demonstra uma certa empolgação.
Agora, o trabalho psicológico do momento é fazer com que aceite o sexo do bebê que virá (!)

Fotos: Duorama