Foto: Duorama Fotografia

Algumas pessoas chamam a gravidez de “estado interessante”. De fato, é realmente interessante o que acontece com nosso paladar durante esse período. É comida que amamos e deixamos de gostar, são pratos estranhos que passamos a amar, e a gente vai comendo, sem entender muito bem o que acontece, e daí vão surgindo os tais “desejos” que muitas vezes deixam os que estão à nossa volta um tanto perplexos.

Antes de engravidar, eu ouvia falar da fissura de algumas gestantes por limão e não conseguia processar aquilo – mas tem que ser muito azeda mesmo pra querer chupar limão, né? – eu estava sempre pensando. Ó céus, ledo engano.


Sabe aquela vontade incontrolável de comer chocolate que normalmente a gente tem? Substitua o chocolate pelo picolé de limão e você vai entender do que estou falando. Incontrolável.

Na minha primeira gravidez, o tal fenômeno do limão foi uma constante. Eu trabalhava o dia todo e almoçava fora. Religiosamente, após o almoço, eu saia à caça de um picolé. Já sabia qual era a melhor marca, mas se eu não a encontrasse, ia com a que aparecesse na frente mesmo. Era um alívio danado aquele azedinho doce no meio do dia.


Em casa, era limonada suíça quase todo santo dia. Com uma colher de leite, ficava perfeito (fui ficando cada vez mais expert em receitas limonísticas).

Mas foi só a pequena nascer, que meu desejo pela fruta cítrica foi pelo ralo e eu me perguntava como é que eu pude preferir picolé de limão ao de chocolate. Transtornos da gravidez…

Fato é que, com a nova gestação, essa loucura voltou. Mas agora almoço em casa e não tenho um vendedor de picolé disponível para eu conseguir meu gelato favorito. Já pensei em estocar no freezer, mas corro o risco de chupar uns cinco no mesmo dia, melhor não.


Então, ando passando vontade, confesso. Com a correria de já ter uma criança em casa, também não dá pra priorizar sempre a bendita limonada suíça.

Esses dias, me emocionei profundamente com o carinho de uma amiga do trabalho que também acompanhou a minha primeira gestação. No meio da tarde, ela me entregou um envelope pardo que, ao ser desenrolado, revelou um delicioso picolé da frutinha mais amada do momento. Dessas coisas que nos fazem encher os olhos d’água, vejam só. Coisas de grávida. Gentileza mais linda do mundo (obrigada, Iraci Laudares).
Espero que o bebê também esteja curtindo essa fase azedinha doce, tanto quanto a mamãe aqui. E vamos em frente, espero que com passos cada vez mais doces :)
E vocês, também tiveram essas crises de querer chupar limão na gestação?

Foto: Duorama Fotografia
Será que o bebê também quer, mamãe?
Fotos: Duorama