Sara aprendeu recentemente a cantar o hino do Cruzeiro (sim, somos uma família Cruzeirense – apesar de todos os times passearem aqui nessa pracinha com a maior satisfação).

Então, tem repetido frequentemente o refrão:

Cruzeiro, Cruzeiro, querido,
tão combatido, jamais vencido!”

Essa semana, na hora do banho, eu chamo a pequena:
Sara, vamos, eu já liguei o chuveiro!

Ela me encara e logo emenda, junto com uma coreografia, os braços abertos, rodopiando pelo banheiro afora:

Chuveiro, chuveiro, querido,
tão combatido, jamais vencido!”

Não satisfeita, na parada do pedágio da viagem que fizemos no último fim de semana, o pai dela diz:
– Miriam, pegue pra mim por favor o dinheiro.

Rapidamente, diretamente da cadeirinha do banco de trás do carro, ela solta:

Dinheiro, dinheiro, querido,
tão combatido, jamais vencido!”

Já não sei onde isso vai parar…!

Sara Barreto, 3 anos