A nossa forma preferida de comemorar o aniversário dos pequenos, sempre ganha atualização no post, afinal, é um dos assuntos mais buscados no site.

Comemorar a vida dos pequenos neste estilo é tudo de bom, né? As festas infantis pelos parques e praças da capital estão na moda, esse movimento tem um lado positivo e outro negativo também. Saber que várias pessoas estão indo para os espaços públicos da cidade, ocupando-os, celebrando-os é muito bacana e é a proposta do Na Pracinha, mas, infelizmente, também sabemos de vários comportamentos impróprios para um espaço que pertence a todos – inclusive, já fizemos um post sobre a “Social” nesses eventos, né? Confira AQUI.

Seja no estilo piquenique, festa na floresta, safari ou com o tema da preferência do pequeno, a criançada se diverte à beça ao ar livre, como a gente curte por aqui.  E dá para criar muita coisa legal no estilo handmade também. As fotos que ilustram o post são de comemorações particulares – nossas e de amigos – e do Na pracinha pelas praças da cidade, no final, tem um índice para facilitar a sua busca.

Como reservar o espaço?
: Escolha o parque de sua preferência. Fique atento à acessibilidade, ao conforto – área para os convidados sentarem e com sombra (visite o parque no dia e horário em que for fazer a festinha para avaliar sobre movimento e áreas de sombra).
Temos várias opções legais espalhadas pela cidade, sempre orientamos os leitores que visitem cada uma para fazer a sua escolha – de quebra, irão conhecer vários espaços ao ar livre e brincar muito!  {Conheça todos os parques e praças que já visitamos clicando neste link}

: Entre em contato com o gerente do parque escolhido (a lista de parques da capital está aqui), após a reserva, você receberá um email da Divisão de Eventos da Fundação de Parques (eventosfpm@pbh.gov.br), para informar os detalhes e solicitar a autorização. É necessário avaliar se o seu evento é condizente com a capacidade do parque. Atualmente, tem sido cobrada uma taxa de, em média, R$ 150,00 para realização do evento.


:: Fique atento às regras dos parques:

– não usar balões plásticos
– não utilizar redes, balanços e cordas para escaladas em árvores
– não servir bebidas alcoólicas
– se responsabilizar pela limpeza após o evento
– utilizar estrutura simples de piquenique: 1 mesa de 1,60m de comprimento e até 6 cadeiras
– não é permitido pula-pula, cama elástica e piscina de bolinhas
– não é permitido uso de painéis grandes ou personagens infantis
– a entrada de animais depende de cada parque
– as gerências não garantem a reserva do espaço que você definiu, uma vez que são locais públicos
Vale destacar também que cada parque possui suas normas específicas. 


O que é importante no planejamento?

:: Avalie a estrutura e lembre-se que o espaço é público
:: Escolha um horário que seja mais confortável para as crianças, sempre preferimos pela manhã ou no final da tarde.
:: Os aniversários não podem atrapalhar a visitação normal e circulação do público no parque, por isso sugere-se que a estrutura seja pequena. E nada melhor do que praticar a gentileza! É muito importante incluir os visitantes na programação.
:: As atividades realizadas durante a festa devem ser abertas a todas as crianças que estiverem no parque, não havendo restrição de espaço para os participantes do aniversário. Pense sempre em atividades criativas – oficinas, leituras ao pé da árvore, brincadeiras. Cabe ao anfitrião ser sempre simpático, seja com convidados ou com visitantes;
:: A festa é ao ar livre, a decoração não deve interferir no espaço. É interessante que a temática também seja condizente com o local, assim como o mobiliário;
:: Balões não combinam com parque, são poluentes;
:: Não se esqueça de pensar em lixeiras extras e recolher todos os detritos no final;
:: Respeite os animais habitantes do parque, não os alimente e não incentive que os convidados façam o mesmo.
:: Vale organizar o banheiro e levar suprimentos extras como papel higiênico, toalhas de papel e sabonete líquido. Mesmo sendo um banheiro público, como você está comemorando por lá, sugerimos sempre dar um checada durante o andamento da festa;
:: Acompanhe a previsão do tempo, pois tudo pode mudar e pense em um plano B;
:: Sugira aos convidados que levem toalhas para se acomodarem no gramado;
:: Não se esqueça do filtro solar e do repelente.

Atenção!
Caso haja danificação de jardins, gramados ou estrutura física pelo evento, é responsabilidade do promotor recuperar.
 
E a festa em si? Atividades e cardápio

Como toda comemoração, é necessário pensar no tema, nos convidados e no cardápio. Para este último, o ideal é apostar em comidinhas facéis de se manusear (finger foods) _ a ideia é comer com as mãos _ e saudáveis, se possível. Sanduíches, pães, espetos de frutas, comidinhas secas, são sempre uma boa pedida.Evite perecíveis e tome cuidado com os doces (pois atraem as formigas). No caso dos sucos, se for natural, evite frutas cítricas. Chups chups são sempre uma boa pedida! Lembre-se sempre de acondicionar tudo muito bem e de levar material para refrigerar as bebidas e os alimentos até o horário da festinha.
O parque por si só já é uma diversão para a criançada, principalmente, se tiver um bom espaço livre para atividades e brinquedos. Mas você pode programar oficinas divertidas e uma contação de histórias.

Comemorar ao ar livre é bom demais da conta, experimente!

 

Quer saber mais? (clique sobre os títulos para acessar o post)

Piquenique no parque: uma comemoração para brincar
Aniversário Pic nic da Ciça
Piquenique da chapeuzinho vermelho
Bloco do Empada: aniversário carnavalesco no parque
Aniversário Peppa Pig

Crédito das imagens: Fabiana Cristina, Vivian Fernandes, Duorama Fotografias

#repost
Atualizado em abril/17