O Dia Mundial da Saúde Bucal é hoje, dia 20 de março. Uma data para lembrar que cuidar da boca traz saúde! E que ações são necessárias neste sentido. A nossa luta para escovar os dentes, para priorizar os alimentos saudáveis e regular as guloseimas traz resultados positivos sim!

Mas temos deixado de utilizar um grande aliado no controle da cárie dentária: a pasta de dente com flúor.

A pasta sem flúor chegou forte no Brasil e é muitas vezes receitada pelos pediatras e dentistas. Está disponível nas prateleiras de todos os supermercados e drogarias.

Mas agora, não é para ter dúvida.

Está muito claro, através de inúmeras pesquisas, que a presença de flúor na saliva é muito importante para a prevenção da cárie dentária. Por isso, o Ministério da Saúde recomenda “pequena quantidade de pasta de dente infantil fluoretada, com concentração de flúor em torno de 1100 PPM, duas vezes ao dia.”

E, como medida de segurança, a Associação Brasileira de Odontopediatria orienta:

:: Bebês, com até oito dentes na boca ou com menos de 10Kg: colocar a quantidade equivalente a metade de um grão de arroz cru (0,05g). 
:: Bebês e crianças, que não sabem cuspir, e com mais de 10Kg: colocar a quantidade equivalente a um grão de arroz (0,1g);

:: Crianças que sabem cuspir: a quantidade equivalente a um grão de ervilha (0,3g). 

Quantidade ideal de pasta de dentes
Escova verde: bebês – metade de um grão de arroz cru (0.05g)
Escova rosa crianças que não sabem cuspir – grão de arroz (0,1g)Escova azul: crianças que sabem cuspir – grão de ervilha (0,3g)

:: Caso a criança faça a escovação apenas como motivação antes ou após a realizada pelos pais, não se deve usar a pasta de dentes, para que não haja uma dose maior da quantidade de segurança. Pasta de dentes não é comida, mas um produto de higiene pessoal. Logo, os adultos devem se responsabilizar pela quantidade a ser colocada na escova e ensinar a criança a cuspir desde a infância.

Fica aqui a nossa dica: leve óculos ou lupa para o supermercado, porque você vai ter que ler aquelas letrinhas pequenas nos tubos de pastas de dentes para descobrir a concentração de flúor. A maioria das infantis têm 1100 ppm. Não compre as de 500 ou 750 ppm. Mas se a concentração estiver entre 1000 e 1450 ppm de flúor, pode levar.

Se a concentração estiver entre 1000 e 1450 ppm de flúor, pode levar a pasta de dente

É isso mesmo!

Para uma efetiva prevenção da cárie em seu filho, procure utilizar a pasta de dentes de forma correta!

E viva o Dia Mundial da Saúde Bucal!

Colaborou neste post:
Maria Tereza Lamassa

Especialista em odontopediatria e Especialista em Saúde Coletiva e Odontologia do Trabalho