Foto: Duorama

Delícia que é curtir nossas pracinhas, a criançada adora. Em alguns casos, os pais optam por levar seu lanche de casa, aproveitando para fazer um piquenique e podem surgir dúvidas do que oferecer para manter a nutrição e também evitar possíveis contaminações.

É importante pensar em lanches mais nutritivos, mas que também tenham menor chance de contaminação, por isso é bom evitar:

– carnes e produtos cárneos (frango desfiado, carnes prontas etc), principalmente se o lanche acontecer depois de muito tempo de exposição do alimento;
– embutidos (salame, presunto, salsicha etc);
– peixes e alimentos marinhos;
– vegetais folhosos (murcham e perdem com facilidade);
– molhos (mesmo industrializados);
– ovos e alimentos que contêm ovos em excesso ou crus (tortas doces, por exemplo);
– queijos frescos (só utilize se for consumir rapidamente);
– patês;
– sucos de frutas mais perecíveis, como laranjada.

Então, o que levar?

Para beber: os líquidos mais seguros são: chás, sucos concentrados (que misturam água no momento do consumo), água e leite em pó, além de sucos naturais devidamente acondicionados em garrafas térmicas.

Para o lanche:
– bolos (de vários sabores, evitar recheios perecíveis);
– pãezinhos de queijo;
– pipoca;
– biscoitos (polvilho, caseiros);
– bisnaguinha ou pãozinho de leite com queijo e requeijão;
– torta de liquidificador de milho ou outro sabor;
– pão de sal com queijo e requeijão e cenoura ralada;
– frutas com casca e inteiras;
– frutas secas;
– barrinha de cereal caseira;
– frutas variadas (descasque na hora de consumir);
– pão de batata com queijo e azeite.


Refeições são somente indicadas se forem consumidas em pouco tempo e devem ser muito bem acondicionadas e principalmente bem cozidas.

É recomendável também que os lanches estejam acondicionados: líquidos preparados perto da hora do consumo ou em garrafas térmicas. As comidinhas devem, se possível, permanecer em bolsas térmicas.

E deixe sempre à vista garrafinhas de água.