Como vimos anteriormente, a alimentação do bebê pode ser iniciada com frutas e legumes conjuntamente. Existe alguma maneira especial de realizar esse processo?

Quais as frutas que podem ser utilizadas?

Não há contraindicações de frutas para oferecer ao bebê, mas existem algumas características que são importantes:

– evitar frutas duras, cascas e sementes com risco de engasgamento;

– evitar frutas que possuem alto nível de agrotóxico, uma opção são os orgânicos;

– no primeiro momento, evitar frutas extremamente azedas, apenas para melhor adaptação do bebê;

– alguns bebês prendem o intestino quando iniciam a alimentação complementar. Sendo assim, logo abaixo veja uma lista de alimentos obstipantes e laxantes para auxiliar (na fase de crescimento dos dentes, em alguns casos observamos uma leve diarreia);

– normalmente, se oferecermos incialmente frutas com paladar adocicado (banana, mamão, pêra, caqui sem casca etc) o bebê poderá ter maior aceitabilidade. Isso se deve ao sabor do leite materno: levemente adocicado também, mas essa fase é de aproximadamente uma semana. Após esse momento, outras frutas e legumes devem ser inseridos.

Como oferecer as frutas:

– as frutas devem ser oferecidas, inicialmente, amassadas ou raspadas. Oferecer uma variedade de fruta a cada vez e após aceitação do bebê, elas podem ser misturadas;

– a aceitação ou não aceitação só é certa quando oferecemos umas 10 vezes o mesmo alimento (em dias alternados);

-as frutas devem ser oferecidas entre as refeições e/ou juntamente com as refeições. Para os bebês que apreciam a comida mais adocicada, amassar banana, por exemplo, na refeição, é interessante para melhorar o consumo;

– pedaços de frutas podem ser oferecidos ao bebê após essa fase inicial para estimular a coordenação motora e controle de apetite. Lembrando que, mesmo assim, o bebê ainda tem dificuldade em ter essa regulação. Então, a frutinha amassada (ou papinha) deve ser oferecida sempre.

Frutas e legumes laxantes: mamão, laranja, ameixa, ameixa preta, banana nanica, abacaxi, manga, abacate, folhosos, abóbora, abacaxi, feijões, tomate, milho, abobrinha, brócolis,

Frutas e legumes obstipantes: maçã sem casca, goiaba, caju, limão, batata, cenoura cozida, baroa.

Dica: no dia a dia, oferecer sempre variedade – laxantes juntamente com obstipantes – para termos melhor nutrição e não interferir no funcionamento do intestino.

Importante: oferecer água durante o dia todo – além de hidratar, previne a prisão de ventre.

O bebê que consome frutas e legumes variados desde cedo, vai se adaptar melhor ao paladar dos outros alimentos no futuro.