Olívia e seu livro sensorial em feltro e com vários materiais

 

Nos últimos tempos, o temos visto com bastante frequência nas redes sociais. Geralmente através de um vídeo mostrando cada detalhe de suas páginas que fazem os olhos de qualquer adulto brilhar ao imaginar uma criança brincando e “lendo” este livro interativo. Estou falando do “quiet book” ou na versão brasileira, “livro sensorial”.

Como Terapeuta Ocupacional, confesso gostar mais da versão brasileira do nome, pois para mim, o maior objetivo e justamente o que torna esse livro tão especial, são as experiências sensoriais que ele permite que a criança experimente, e não o fato dele manter a criança “tranquila”, como poderíamos compreender na versão do nome em Inglês.

Participe da atividade com sua criança

É bem provável que uma vez que você ofereça à criança a oportunidade de experimentar texturas e  desenvolver habilidades manuais ela se mantenha “quieta”, afinal de contas, o cérebro dela estará fazendo todo esforço para absorver aquelas informações e estará trabalhando na tarefa de aprender tudo o que está ali.

O livro sensorial pode ser feito para crianças de todas as idades. O importante é que você, ao se decidir por fazer ou comprar um deles, pense para qual idade ou faixa etária quer que o livro atenda. Assim, a partir da idade, estude as habilidades motoras e cognitivas que são aprendidas e desenvolvidas naquele período para que possa criar atividades adequadas, respeitando o tempo de aprendizado de cada criança. Aos poucos, é possível ir acrescentando páginas com as próximas habilidades a serem desenvolvidas, de modo que tenha um pequeno desafio para a criança, mas que mantenha o interesse dela.

A cada página, uma nova habilidade deve ser explorada

O livro pode ser feito de vários materiais, sendo o feltro o mais comum (gosto da sensação tátil que esse material provoca nas crianças. Não se preocupe se num primeiro instante o seu filho evitar um pouco o contato com esse material, ele pode estar aprendendo a reconhecer uma nova textura.  Respeite-o e continue oferecendo até que ele se acostume). Mas, é possível usar uma infinidade de materiais e texturas e essas combinações devem ser exploradas.

O sucesso de um livro sensorial será medido pelo interesse e envolvimento da criança. Observe suas reações a cada página e aproveite para reforçar positivamente suas conquistas. Lembre-se de ter paciência caso para você alguma atividade pareça fácil mas seu filho apresenta alguma dificuldade. Crianças estão em constante processo de aprendizagem, jamais compare-o com algum amigo ou parente, respeite sua individualidade e brinque muito com seu pequeno. Deve ser um momento leve e de interação.

Sensorialidade e brincadeira :)

Abaixo, alguns links de vídeos de livros sensoriais bem legais:

[vídeo 1] [vídeo 2] [vídeo 3] Neste site [link], tem vídeo-aulas ensinando a fazer.

Espero que tenham gostado e que divirtam-se com as crianças! ;)

Com carinho,
Mari Lacerda.

[Crédito de imagens]
Fotos: Patrícia de Sá
Quiet book: Atelier Favo de mel