Foto: Viviane Lacerda

A melhor forma de estimular a coordenação motora do seu filho é brincando, interagindo com ele e permitindo que ele explore o mundo ao seu redor. Compartilho algumas dicas de brincadeiras que vão contribuir muito para o desenvolvimento do seu filho de acordo com cada etapa que ele está vivendo.

Entre 2 a 4 meses

• Dê ao seu bebê um sapatinho musical. Uma meia de tricô com um chocalho na ponta para que ele possa exercitar suas pernas e braços e sincronizar sua coordenação olho mão.

• Deixe que ele tente agarrar brinquedos macios e de plástico.

• Ele vai gostar muito de brincar com chocalhos e outros brinquedos que fazem barulho.

• Coloque-o de vez em quando de barriga para baixo para brincar com um objeto à sua frente. Isso ajuda a fortalecer os músculos do pescoço e a ter controle de cabeça se o brinquedo estiver na altura dos seus olhos.


• Brinque com os dedinhos do pé dele, isso ajuda a treinar a motricidade fina.


Entre 4 a 6 meses

• Você pode brincar de aviãozinho, segurando o bebê no alto de barriga para baixo, isso o ajuda a aumentar o seu sentido de equilíbrio e a tomar consciência do próprio corpo.

• Incentive-o a levantar a cabeça, quando ele estiver na posição de bruços, colocando objetos coloridos na sua frente. Você poderá vê-lo sustentando a cabeça firmemente.

• Estimule o seu bebê a rolar colocando brinquedos à sua volta.

• Quando ele estiver sentado, para dar apoio coloque almofadas do seu lado. Assim se equilibra.

• Os bebês adoram brincar na frente de um espelho. Você pode estimulá-lo, fazendo movimentos diferentes, gestos ou mexendo várias partes do corpo ou objetos.

Entre 6 a 9 meses

• Ofereça um caixa ou um túnel de pano para que o seu bebê possa brincar de atravessar. Isso estimula a auto confiança e a confiança nos outros.

• Na hora do banho, converse e brinque com ele, ofereça brinquedos para que ele possa explorar.

• Você pode dançar e ouvir música com o bebê. Isso ajuda a intuir o sentido de ritmo e sua relação com o movimento.


• As suas pernas podem funcionar como obstáculos para pegar objetos do outro lado e subir e descer. Suas pernas também podem funcionar como um escorregador.

• Bebês adoram brincar com papel. Amassar, rasgar, ver, explorar. Com isso, conhecem novas texturas e aumentam sua habilidade de manipular objetos.

• Deixe que o bebê brinque e descubra como uma coisa se encaixa na outra.

Foto: Duorama Fotografias

Entre 9 a 12 meses

• Leve-o a espaços abertos, onde ele possa ter contato com a natureza e fazer pequenas descobertas e treinar uns passinhos.

• Deixe que ele faça rabiscos com giz de cera, isso ajuda a desenvolver a capacidade criativa e a adquirir destreza manual.


• Ofereça papéis bem coloridos, eles gostam de brincar de rasgar, dobrar e amassar papéis de todo o tipo.

• Bebês se interessam por blocos de madeira e se divirtem ao empilhá-los e derrubá-los.


• Durante o banho, converse sobre o corpo do bebê, fale os nomes de cada parte. Você também pode colocar bolinhas coloridas na água para que ele possa “pescar” com uma vasilha.

• Nesta fase, eles gostam de comer com as próprias mãos. Mesmo se ele fizer bagunça, deixe que coma frutas e biscoitos sozinho. Está aprendendo.

Entre 1 a 2 anos

• Brinque com bolas e balões, isso estimula o controle motor.

• Você pode oferecer um quadro e giz colorido. Interaja com seu filho  fazendo um desenho coletivo.

• Permita que ele caminhe dentro e fora de casa. Com e sem sapatos. Um bebê precisa experimentar as diferentes texturas que estão ao seu redor.

• Deixe que ele brinque com bolhas de sabão, massinha e jogos de encaixe.

• Ofereça diferentes brinquedos e objetos para brincar, isso ajuda a entender que existem materiais de tamanhos, cores e texturas diferentes.

• Cante músicas junto com seu filho, explore os instrumentos musicais ou até mesmo objetos que produzem algum som.

Entre 2 a 3 anos

• O balão continua sendo uma ótima opção para brincar. Isso ajuda a desenvolver a habilidade de arremessar e receber.


• Incentive-o a jogar bolas através de um túnel ou brincar de boliche. Ofereça bolas de todos os tamanhos e texturas.

• Dê a ele vários papéis para que possa explorar o uso da tesoura.


• Deixe que ele brinque de desenhar e traçar seu nome de várias formas.

• Brincadeiras com massinhas e pintura também são muito bem vindas.


Foto: Duorama

Entre 3 a 6 anos

• Leve seu filho/a ao parquinho para que ele possa brincar na areia, no balanço, na gangorra e nos escorregadores. Incentive-o a brincar com as outras crianças.

• Nesta fase, as crianças gostam muito de brincadeiras que exijam habilidades manuais, pois, conseguem ficar sentadas concentradas em fazê-las.

• Incentive os desenhos e as brincadeiras que envolvem números e letras.


• Ofereça brinquedos de construir, com peças maiores e menores.

• Ofereça materiais de recorte e colagem para brincar.

• Brinque com seu filho de dominó, cartas e dama.