Foto: Na pracinha
Um parque super arborizado, com cara de quintal de casa, e que as minhas filhas, Cecília e Olívia, frequentam desde bem novinhas. Esse é o parque Ursulina Andrade Mello, também conhecido como a Mata do Castelo, bairro em que se localiza.  
A Mata está sempre de casa cheia, com muitas famílias, durante todos os dias da semana. Com 312 mil metros quadrados, possui várias nascentes, uma lagoa artificial e muitas espécies da Mata Atlântica. Segundo a PBH é uma das maiores áreas remanescentes de vegetação tropical da capital mineira. 
O maior atrativo são os animais que encontramos durante o passeio: micos, tatus, cágados, pássaros, esquilos, patos, peixes e galos despertam a curiosidade da meninada. Além disso, há muitos espaços convidativos para um piquenique, desde mesinhas espalhadas sob árvores e uma área mais reservada que acabou de ser reformada <3

No parquinho de brinquedos, em uma área de brita, todos são de madeira, e encontramos escorregadores, balanços, gangorras e um cavalinho – alguns precisando de manutenção.

Para se exercitar, o parque conta com equipamentos de ginástica e pista de caminhada.

A Guarda Municipal se faz presente, há banheiros e bebedouro. Não se pode entrar com animais, bicicletas e skates.

Clima de fazenda
Foto: Viviane Lacerda
Durante a visita, mostre para as crianças os moradores oficiais da Mata
Foto: Viviane Lacerda

Observando a “tataluga”
Foto: Na pracinha

Os bichinhos são uma atração a parte
Foto: Márcio Castro | Dinoleta

Esquilos!
Foto: Márcio Castro | Dinoleta

Micos
Foto: Márcio Castro | Dinoleta

Lagoa artificial
Foto: Na pracinha
Vamos pro parquinho?

O parquinho fica em uma área com areia e brita
Oh balancê!
Foto: Viviane Lacerda

Vale subir nas árvores ;)
Foto: Viviane Lacerda

Brincar na brita
Foto: Viviane Lacerda

Ciça curte desde pequena: dando os primeiros passinhos e desbravando o parquinho

Curtir uma sombrinha no parque, delícia!

Tem área mais reservada para comemorar um aniversário bem no estilo que a gente curte ;)
Foto: Dinoleta
Piquenique: Brincar lá fora

Dá pra improvisar uma pelada
Foto: Viviane Lacerda
Área de ginástica

Nos finais de semana sempre encontramos famílias fazendo piquenique

Tivemos a oportunidade de realizar o 13º Encontro Na pracinha (2014) e a 3ª Feira de Trocas & Piquenique (2015) por lá. Foi ótimo!



O que tem de bom por lá:
:: Lagoa e os animais
:: Área para piquenique

O que precisa melhorar: 
:: Reformar os brinquedos

Fique por dentro das regras do parque:
Fonte: Fundação de Parques Municipais

No parque é permitido:
– brincar de bola: desde que leve, de plástico e que as brincadeiras não perturbem o bom funcionamento do parque;
– andar de bicicletas de aro 12, 14 e 16 nas áreas delimitadas para o exercício da atividade;
– o uso de patins, patinetes ou similares para crianças de até 12 (doze) anos de idade;
– soltar pipas de papel nas áreas autorizadas, desde que não se utilize fios cortantes (cerol ou similares), longe da rede elétrica e sem perturbar os demais usuários;


Não é permitida a entrada de cães.
Foto: Val+Wander

“Conheci o parque lindo num piquenique de aniversário top! Tem vários animais (pato, mico, esquilo, galo, peixe, tartaruga…), bons brinquedos de madeira e uma área verde bem gostosa. Fiquei realmente encantada com o parque, o espaço da festa (tem um cantinho bem especial “reservado”). Super indico!”
Thaís, Lobo, mãe da Beatriz e do Pedro

Como chegar?


View Larger Map




#repost
Primeira publicação: 29/07/12