{Foto: Duorama}
Um parque escondido no coração do bairro Santo Agostinho, você conhece? Frequentado por famílias e seus cães e trabalhadores da região. A nossa primeira vez por lá foi em 2013 – bem no comecinho do blog, voltamos por diversas vezes e até realizamos um Encontro Na pracinha nesse lugar especial. 
Em um dos primeiros passeios, em um sábado pela manhã, havia poucas crianças, mas muitos cães passeando. Não há problema compartilhar o espaço com os cachorros, basta apenas que todos sigam regrinhas de higiene e segurança, não é mesmo? Afinal, qual é a criança que não adora ver um “au-au” =)
{Foto: Angela Lago}

{Foto: Angela Lago}
Uhuuu! {Foto: Duorama}
A gangorra é um charme só! {Foto: Duorama}
Balanço pra brincar com azamigas ;) {Foto: Duorama}

Parque perfeito pra pular elástico :) {Foto: Duorama}

Espaço para correr e muita sombra
Academia da Cidade

Peixinhos fazem a alegria da meninada

A Guarda Municipal se faz presente

Brinquedos da arquiteta Suzana Cadaval, academia da cidade, áreas de contemplação, mesas de jogos, cascata e peixinhos são alguns dos atrativos.

Como em outros parques, há algumas regras a serem seguidas em relação a bicicletas e skates, por exemplo. Por todo o espaço, há avisos para os donos dos cãezinhos recolherem as fezes, manterem a guia etc.

Um parque pra ter bastante chamego com a família :)

Zé Bob foi passear Na pracinha

O que tem de bom por lá?
:: Muito espaço para brincar
:: Brinquedos bem conservados
:: A cascata e os peixinhos fazem a alegria da criançada
:: Muita sombra e bancos para contemplação

:: Presença da Guarda Municipal

O que precisa melhorar:
:: A limpeza da área dos peixinhos
:: Conscientização dos donos dos animais quanto ao uso da guia

“Escolhi o Rosinha Cadar para comemorar o aniversário do meu filho. Lá é lindíssimo, tem uma vegetação que dispensa comentários. Não tem muitos brinquedos, mas fiz uma escolha acertada, porque com essa idade e diante de muito espaço, a criançada só quis correr o tempo todo. Os brinquedos do parque nem foram necessários.
Todos os convidados adoraram a festinha! Ouvi muitos elogios, muitos não conheciam este estilo de comemoração, ficaram encantados. Foi ótimo!”
Cristina de Salvo Sosnowski

Fique por dentro das regras do parque:
Fonte: Fundação de Parques Municipais


No parque é permitido:

– brincar de bola: desde que leve, de plástico e que as brincadeiras não perturbem o bom funcionamento do parque;
– andar de bicicletas de aro 12, 14 e 16 nas áreas delimitadas para o exercício da atividade;
– o uso de patins, patinetes ou similares para crianças de até 12 (doze) anos de idade;
– soltar pipas de papel nas áreas autorizadas, desde que não se utilize fios cortantes (cerol ou similares), longe da rede elétrica e sem perturbar os demais usuários;
– a entrada de cães, utilizando sempre guia de condução e coleira. Importante: os cães da raça Pit Bull deverão utilizar focinheira, conforme Lei Municipal nº 8.198 de 2001 (vale considerar que o parque é frequentado por crianças, então, cães de grande porte em geral deveriam usar a focinheira); a remoção e destinação das fezes dos animais são de responsabilidade de seus donos; os animais não devem entrar nos jardins e lagos.

Quer conhecer?


Exibir mapa ampliado

#repost