por Maria Dolores Fernandes Amorim, ortodontista

Voltamos hoje ao assunto da necessidade de aparelhos para crianças.

Em uma situação considerada normal, a arcada dentária de uma criança deve se encaixar como uma caixa e sua tampa.

A arcada dentária das crianças deve se
encaixar como uma caixa e sua tampa
Imagine que a tampa da caixa seriam os dentes superiores e a caixa propriamente dita seriam os dentes inferiores. Percebe a semelhança com a nossa mordida?

A mordida cruzada anterior, ou seja, aquela que se apresenta na parte da frente da arcada dentária, é uma condição que pode ocorrer nos pequenos e que não deve ser desprezada.Essa alteração ocorre quando há a inversão: dentes inferiores se encaixando por fora dos dentes superiores. Essa situação pode estar associada apenas aos dentes ou pode também envolver os maxilares.

Portanto, é importante a consulta ao ortodontista para o diagnóstico adequado.

Tão logo se possa obter a colaboração da criança na utilização de aparelhos, o que ocorre por volta dos quatro ou cinco anos de idade, deve-se iniciar o tratamento. A demora em procurar ajuda, em alguns casos, levará à necessidade de cirurgia para a correção. Portanto, o ortodontista precisa intervir, o quanto antes, para evitar ou minimizar alterações futuras. A correção ainda na fase de dentes de leite é muito favorável.

Quanto mais cedo tratarmos as mordidas cruzadas anteriores, melhor será o resultado obtido.
Mordida cruzada anterior