por Laura Rangel, nutricionista
 

Algumas dúvidas frequentes dos papais em relação à alimentação dos pequenos. Veja se alguma pode ser a sua:

1 | Como devo adoçar o suco do meu filho: açúcar ou adoçante?

De preferência, nenhum do dois. O ideal é acostumar a servir o suco ao natural (se o suco da família é adoçado, separe o da criança ou melhor: retire o açúcar de todos). Se o caso forem aqueles sucos mais azedos (maracujá, limão) coloque mel (para acima de 1 ano de idade). Evite também colocar açúcar ou mel nas frutas picadinhas.



2 | Posso dar leite fermentado para meu filho?

Os leites fermentados possuem lactobacilos vivos. Sob esse ponto de vista, são alimentos saudáveis mas, em contraposição, possuem excesso de açúcar. Prefira, portanto, iogurtes que possuem lactobacilos, mas não possuem açúcar no dia a dia, e deixe o leite fermentado para momentos esporádicos.

3 | Devo obrigar meu filho a comer tudo que está no prato?

Normalmente quem faz o prato da criança coloca o quanto gostaria que a criança comesse e não o quanto ela verdadeiramente come. Para descobrir essa quantidade, coloque pouco – se houver consumo de tudo, vá colocando mais. O apetite da criança varia bastante (se dentinhos estão nascendo, se está agitado, se está com sono etc).

4 | Quando meu filho fica doente e sem apetite, o que fazer?

Em primeiro lugar, hidrate-o. Ofereça água durante todo o dia em pequenas quantidades. Normalmente, nesse estado, as crianças preferem alimentos de fácil mastigação como em textura de purê ou mais líquidos. Desta forma, então, ofereça sopas batidas (e não muito aguadas), vitaminas com várias frutas e aveia, iogurte com frutas, carnes moídas ou desfiadas. Prefira dar pequenas quantidades, várias vezes ao dia.