por Laura Rangel, nutricionista

Dois alimentos são muito consumidos em nosso dia a dia nos lanches familiares e escolares: os embutidos (presunto, apresuntado, mortadela, peito de peru etc) e a bisnaguinha. Será que são saudáveis?

Os embutidos: 

São feitos a partir de moagem de carne (partes a definir), acrescenta-se condimentos e depois são embutidos em tripas artificiais ou naturais. Para maior durabilidade e estabilidade são acrescidos também produtos químicos:- nitrito e nitratos: conservantes, comprovadamente cancerígenos (proibidos em muitos países);
– aditivos: para aumentar a durabilidade e saborizar. São vários como: corantes, antioxidantes, estabilizantes e acidulantes. Podem ser a causa de muitas alergias.
– excesso de sódio;
– excesso de gorduras não saudáveis, em sua maioria. A maioria dos embutidos tem o dobro de gordura das carnes.

E a bisnaguinha?
Contém o dobro de gordura de um pão tradicional, excesso de conservante e pode ter excesso de sódio. As versões integrais não possuem fibras em quantidade desejável e às vezes possuem até mais sódio e gorduras.

O que fazer?
Com relação aos embutidos: eles devem ser retirados da alimentação da família no dia a dia. Evite também colocar nas preparações como lasanha, tortas etc. Utilize queijo e carnes para substituir e continuar consumindo proteína.

As bisnaguinhas podem ser substituídas por outros pães: pão de sal, milho, de leite, cenoura, batata etc. Se a família optar por comprar é bom se informar na padaria ou supermercado de costume qual é o modo de preparo: se possuem conservantes, gordura trans e exija as informações nutricionais.

Quanto menos química na alimentação melhor, previne possíveis patologias no futuro de todos.