Muitas histórias para contar

É só chegar mais uma Feira de Trocas Na pracinha, que muitas famílias começam a separar, junto com as crianças, brinquedos e livros para levarem no evento. Não é uma tarefa fácil (!). Nem sempre os pequenos se desapegam com facilidade. Mas durante a Feira, percebemos o quanto essa experiência pode ser importante para o formação dos meninos.

Tem criança que não consegue escolher nenhum brinquedo, outras levam uma sacola cheia. Outras, levam apenas itens pequenos e algumas, levam grandes opções.

Acontece que durante a troca, não importa se é grande, pequeno, novinho ou bem usado. Vemos olhinhos brilharem por grandes bonecos e também por carrinhos bem rodados. O que importa, no final, é essa percepção de que, muitas vezes, trocar é bem mais legal do que comprar. E a interação entre as crianças faz tudo valer a pena. Aos poucos, elas aprendem a se desapegar do que já não usam tanto e a valorizar itens que não precisam vir embrulhados para presente.

Esta edição da Feira de Trocas aconteceu fechando a Semana Mundial do Brincar e, pela primeira vez, nas varandas do CCBB – Centro Cultural do Banco do Brasil {confira aqui nosso passeio por lá}, que recebeu aquele toque especial da Brincar Lá Fora, colorindo o espaço. Tão legal perceber como essa integração é benéfica para as famílias, que podem, além de circular pela Feira, cultivar experiências nas mostras do Museu. No dia da Feira de Trocas, a incrível exposição “O direito à preguiça”, de Nuno Ramos, estava no CCBB e muitos puderam ter contato com a obra do artista.

Durante a Feira, o Educativo do CCBB fez uma linda contação de histórias para o público, que assistiu da escadaria das varandas, atento à apresentação. A Casa de Lua também prendeu a atenção de todos com a história do Bonequinho do Doce que, ao final, foi levado para ser trocado também.

Entre uma troca e outra, as crianças se divertiram nos tapetes brincantes da Nic Pic e também puderam fazer suas doações. A Vó Dolores recebeu inúmeros brinquedos e livros para serem encaminhados a famílias carentes.

Cada detalhe dessa tarde especial foi registrada pelo olhar da querida Ana Camargos, que mostrou toda a negociação entre as crianças, a satisfação delas depois de cada troca realizada, as brincadeiras e a interação entre as famílias curtindo, juntas, esse tempo especial.

 
As varandas do CCBB receberam pinceladas de cor e os sorrisos mais lindos
A meninada pulou amarelinha…

 

…brincou de jogo da velha…

 

…e até de pescaria!
Foi troca de livro por livro…

 

…de boneca por boneca…
…de telefone…

 

…por abraço!

 

E todo mundo sai feliz depois de uma troca realizada

 

Lá se vai meu brinquedo que estava parado… E bem-vindo, brinquedo do amiguinho!
E as negociações rolaram o tempo inteiro…!

 

E viva o desapego

 

Cara de quem gostou, né?
O legal é que todo mundo pode brincar
A negociação consolidada
Uma nova amizade

 

Quem conhece a história da Festa no Céu?

 

O sapo queria ir muuuuito, a esta festa!

 

Contar e ouvir histórias ao ar livre é bom demais <3

 

A escadaria virou arquibancada para ouvir as histórias

 

E também vale doar, né?

 

Nasceu aprendendo a trocar brinquedos

 

Ui, que vergonha
Depois de trocar o livrinho, é hora de ler

 

Que doce!

 

E olha quem vem lá! É a Casa de Lua, minha gente!

 

Animando a tarde do CCBB

 

Vamos dançar, meninada!

 

Onde, onde, meninas?

 

Vamos pular amarelinha?

 

Quem vem?

 

Olha o equilíbrio!

 

Que pulão!

 

Risadinha mais gostosa!

 

Vamos fazer um bonequinho doce?

 

Esse pessoal é divertido, né, meninada?

 

É só misturar farinha…

 

,,,águas coloridas…

 

Amiga, você viu como ela fez…?

 

E aí, esperar, esperar, esperar…

Atenção, o que será que vai aparecer?
O Bonequinho Doce!
Tô adorando, gente!

 

Esse pessoal é muito divertido!

 

Momento chamego é tudo de bom!

 

Quem não curte um abraço?
Obrigada a todos que doaram!

 

Até a próxima Feira de Trocas, pessoal

 

Ficha Técnica:
Decoração: Brincar Lá Fora
Tapetes divertidos: Nic Pic
Contação de Histórias: Educativo do CCBB
Bonequinho Doce: Casa de Lua
Doações: Vó Dolores
Fotos: Ana Camargos