Foto: Duorama

Tem coisas que a gente não cansa de esperar, desejar, aguardar ansiosamente. Desde criança a gente quer. Férias é uma delas!

E que tal inserir na programação com as crianças um tempinho reservado para cantar e brincar com algumas canções de tradição popular do universo infantil, como por exemplo cantigas de roda, cirandas, parlendas, trava-línguas?

Todo esse repertório constitui um legado cultural que é transmitido de geração em geração por meio de contos e cantos, em todos os cantos deste nosso diverso Brasil. E para além da cultura, a transmissão é de afetos e trocas de significados entre adultos e crianças e entre crianças e crianças.

Nesse contexto a brincadeira musical possibilita para a criança momentos de criação e experimentação,espontaneidade, construção estética e muita ludicidade. Explorando os sons do corpo ou cantando um ditado popular,a criança vivencia diferentes formas de musicalidade.

Nosso país possui vasto repertório de canções e brincadeiras musicais. De norte a sul,influenciado por culturas nativas e estrangeiras, e seria impossível abarcar toda essa diversidade cultural.

Entretanto selecionamos algumas das quais gostamos muito e fazemos o convite: venham cantar e brincar com a gente!

:: Alecrim (canção tradicional infantil)

“Alecrim, alecrim dourado
Que nasceu no campo
e não foi semeado. (2 vezes)
Foi meu amor
Quem me disse assim
Que a flor do campo
É o alecrim. (2 vezes)”


:: Chuê Chuá (canção de roda de capoeira)


“Eu pisei na folha seca
De fazer chuê chuá
chuê chuê chuê chuá
Eu vim fazer chuê chuá
chuê chuê chuê chuá
Eu vim fazer chuê chuá
chuê chuê chuê chuá”


:: A história da serpente (brincadeira musical)

“Esta é a história da serpente
Que desceu do morro
Para procurar um pedaço do seu rabo
Você também,você também,
Faz parte do seu rabão(2 vezes)”

:: Fonte do Itororó (brincadeira musical)

“Fui no Itororó
beber água não achei
achei bela morena
que no Itororó deixei

Aproveite, minha gente,
que uma noite não é nada
Se não dormir agora,
dormirá de madrugada

Ó dona Maria,
Ó Mariazinha,
entrarás na roda
e dançarás sozinha

Sozinha eu não danço
nem hei de dançar
porque eu tenho o fulano
para ser meu par”

:: A árvore da montanha (cantiga infantil)

“A árvore da montanha
Ole-li aio
A árvore da montanha
Ole-li aio
Esta árvore tinha um galho
O que galho, belo galho
Ai, ai, ai que amor de galho
E o galho da árvore

A árvore da montanha
Ole-li aio
A árvore da montanha
Ole-li aio
Este galho tinha um broto
O que broto, belo broto
Ai, ai, ai que amor de broto
E o broto do galho
E o galho da árvore

A árvore da montanha
Ole-li aio
A árvore da montanha
Ole-li aio

Este broto tinha uma folha
E esta folha tinha um ninho
E este ninho tinha um ovo
E este ovo tinha uma ave
E esta ave tinha uma pluma
E esta pluma tinha um índio
E este índio tinha um arco
E este arco tinha uma flecha
Esta flecha foi na árvore
O que árvore, bela árvore
Ai, ai, ai que amor de árvore
E a árvore da montanha
Ole-li-aio
A árvore da montanha
Ole-li aio”

:: Tempo (trava-língua)

“O tempo perguntou pro tempo quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu pro tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem.”

:: Da abóbora faz melão (brincadeira musical)

“Da abóbora faz melão,
de melão, faz melancia.
Da abóbora faz melão,
de melão, faz melancia.
Faz doce, sinhá!
Faz doce, sinhá!
Faz doce, sinhá Maria!

Quem quiser aprender a dançar
vá na casa do seu Juquinha!
Quem quiser aprender a dançar
vá na casa do seu Juquinha!
Ele pula, ele roda,
Ele faz requebradinha.”


::  A barata diz que tem (canção tradicional infantil)

“A Barata diz que tem sete saias de filó
É mentira da barata, ela tem é uma só
Ah ra ra, iá ro ró, ela tem é uma só !

A Barata diz que tem um sapato de veludo
É mentira da barata, o pé dela é peludo
Ah ra ra, Iu ru ru, o pé dela é peludo !

A Barata diz que tem uma cama de marfim
É mentira da barata, ela tem é de capim
Ah ra ra, rim rim rim, ela tem é de capim

A Barata diz que tem um anel de formatura
É mentira da barata, ela tem é casca dura
Ah ra ra , iu ru ru, ela tem é casca dura

A Barata diz que tem o cabelo cacheado
É mentira da barata, ela tem coco raspado
Ah ra ra, ia ro ró, ela tem coco raspado”

:: Tindolelê (brincadeira de roda)

“Ôi abre a roda tindolelê
Ôi abre a roda tindolalá
Ôi abre a roda tindolelê
Tindolelê tindolalá

Ôi bate palmas tindolelê
Ôi bate palmas tindolalá
Ôi bate palmas tindolelê
Tindolelê tindolalá

E dá um giro tindolelê
Torna a girar tindolalá
E dá um giro tindolelê
Tindolelê tindolalá

Dá um pulinho tindolelê
Outro pulinho tindolalá
Dá um pulinho tindolelê
Tindolelê tindolalá

E segue a roda tindolelê
E volta a roda tindolalá
E segue a roda tindolelê
Tindolelê tindolalá

E fecha a roda tindolelê
E abre a roda tindolalá
E fecha a roda
Tindolelê tindolalá”

:: Corre cutia (brincadeira musical)

“Corre cotia
Na casa da tia
Corre cipó
Na casa da avó
Lencinho na mão
Caiu no chão
Mocinha bonita
Do meu coração”