Praia do Cerrado
Praia do Cerrado

{post atualizado em nov.17}

A gente adora viajar, principalmente, para destinos com muita conexão com a natureza. No ano passado, visitamos pela primeira vez o Rio Quente Resorts e retornamos novamente em outubro deste ano.

O Rio Quente é abastecido por 18 nascentes que jogam 6,5 milhões de litros de água por hora a uma temperatura média de 37,5°C. Esse fenômeno natural que aquece as águas chama-se geotermia. É assim: as águas das chuvas entram por umas rachaduras nas rochas e vão até 1.200 metros de profundidade. A cada 30 metros, a água é aquecida em aproximadamente 1°C! Depois que alcança o lençol freático, ela se mistura e chega até as nascentes. Então, pra quem tinha dúvidas, não tem nada a ver com vulcão!

Por lá, o clima costuma ser seco e limpo, a temperatura média fica em torno de 27 graus. Em pleno inverno, curtimos à beça todas as atrações, fazia um friozinho pela manhã e à noite, mas nada que impedisse a diversão. Durante a Primavera, a temperatura média foi em torno de 30 graus.

Foram três dias de intensa conexão com a natureza, diversão, filhoterapia e estreitamento de vínculos com os pequenos.  O Rio Quente Resorts é, sem dúvida, um ótimo destino para passearmos nas férias com as crianças. Então, mergulhe nessa viagem com a gente.

Como chegar

Fomos de avião. Em nossa primeira viagem, partimos de Belo Horizonte, com destino a Uberlândia (1 hora de voo, em média). De lá, uma van nos levou até o Resort (2h30 de viagem, em média). Saímos no primeiro voo da manhã e às 13h, já estávamos no hotel. O retorno também foi via Uberlândia. Na segunda viagem, optamos por um voo direto de Belo Horizonte a Caldas Novas, com duração média de 1h30 minutos. E de lá, pegamos um transfer de 20 minutos até a cidade de Rio Quente. A saída também foi bem cedo, e já aproveitamos o almoço e a tarde no complexo.

Os voos foram muito tranquilos, as quase três horas de van com os pequenos – na primeira viagem – foram um desafio, esgotamos o estoque de brincadeiras para entretê-los. Faz parte, né? Não precisa necessariamente ligar o celular ou o tablet. Afinal, em alguns momentos eles acabam dormindo e em outros, exercemos a criatividade e a imaginação em família. Se resolver fazer esse percurso (ou para qualquer outra viagem ), vale levar na manga brincadeiras simples que são possíveis de serem realizadas sem precisar de qualquer estrutura. Algumas opções que divertiram as crianças: Continue a história, Adedanha, Descubra em qual mão está o anel, Adoleta, Contando carros, Imaginando formas nas nuvens etc.

É possível chegar a Rio Quente de carro e de ônibus. Além disso, é possível fazer o voo até Goiânia e, de lá, pegar o transfer até o Rio Quente, que dura 2 horas.

Hospedagem

Em nossa primeira viagem, ficamos no Hotel Turismo, que conta com jardins projetados por Burle Marx e piscinas exclusivas para os hóspedes. O hotel fica pertinho da entrada do Hot Park. Este ano, nos hospedamos no Hotel Pousada, o mais antigo do complexo e, recentemente, reformado. É cercado por bosques e muito próximo do Parque das Fontes. As duas opções são bem localizadas, principalmente, para quem está com crianças.


Estrutura do Hotel Turismo:
:: A Copa do Bebê é bem completinha. Usamos o espaço, basicamente, para lavar utensílios. Há sempre frutas que ficam disponíveis para as crianças, como banana, maçã e mamão. Ela também dispõe de liquidificador, fogão e frigobar.
:: O Hotel conta com duas grandes piscinas, com águas quentinhas.
:: Ficamos hospedadas na Suíte Superior, indicada para famílias menores. Além da cama para as meninas, foram colocados berços para os pequetitos. O bacana é que os berços eram de madeira, e não desmontáveis – como já foi amplamente divulgado, não são seguros para os bebês dormirem a noite toda.
:: Alimentação: o Restaurante se chama Pequi. No café da manhã, as crianças se esbaldaram nas frutas, bolos, cookies, pão de beterraba, croissants e tantos outros itens. Há opções de pães e leite sem lactose, mas sentimos falta de um cardápio mais elaborado para os quem tem restrições alimentares. O almoço é selfie service e conta com ampla variedade de saladas, pratos quentes e sobremesas. Sentimos falta de mais opções de sucos naturais. Em todas as refeições, havia apenas o suco de melancia feito na hora e, como segunda opção, o suco de laranja pasteurizado. Já o jantar, é a la carte. Vale ficar atento ao horário, pois o jantar só inicia às 19h30. Para os nossos pequenos, é um pouco tarde. Para contornar a fome, fizemos lanchinhos no lounge próximo ao restaurante e à piscina.

Estrutura do Hotel Pousada:

: A Copa da Mamãe (opa! precisamos mudar esse nome, afinal, é frequentado pela família…) é muito similar a do Hotel Turismo. Diariamente, tinham bananas e maçãs para as crianças. A estrutura dispunha de liquidificador, fogão, microondas e frigobar.
:: O hotel conta com elevadores e rampas para acessibilidade.
:: Ficamos hospedados no Apartamento Família, indicada para casal + duas crianças. Uma estrutura confortável que funcionou corretamente durante o período de hospagem.
:: Alimentação: o Restaurante do Hotel é o Casa de Cora. No café da manhã, havia sempre pães, frutas e bolos, e uma opção de suco natural. O almoço é selfie service e com variedade de saladas, pratos quentes e sobremesas. Não há opção de suco natural (o que é uma pena).  O jantar é buffet a vontade. Nossa diária incluía o café + almoço, durante a noite, optamos por lanches no café Marolo (com opções de sopas e sanduíches) e na pizzaria Oliva.
Infelizmente, o cardápio nas refeições não contava com opções para hóspedes com restrições alimentares. Para Cecília, minha filha mais velha e que tem intolerância a lactose, as opções eram pouquíssimas, por isso, nossa lancheira foi muito importante nessa viagem. No café da manhã, não haviam variáveis de alimentos sem lactose. Conseguimos alguns pedidos especiais, como pizza sem queijo, na pizzaria Oliva e sanduíche também sem queijo, no Café Marolo.
Outra considerações: 

:: A equipe Boto é responsável pela recreação para crianças de 5 a 12 anos, com diversas brincadeiras. Os hotéis oferecem o Kids Club, espaço com brinquedos e monitores que funciona durante todo o dia para crianças até 4 anos. Passamos por lá, mas como a ideia era passear com toda a família, apenas conhecemos o serviço.

:: Todos os hotéis do Complexo oferecem a possibilidade de locação de carrinhos para bebês.

:: Toalhas para piscinas: o Hotel cede uma toalha por hóspede, que pode ser trocada diariamente.

:: Ambulatório: o Complexo conta com serviço médico 24 horas, você pode contratar no check in.

O Rio Quente Resorts também conta com o Hotel Pousada (o mais tradicional do complexo), o Hotel Cristal (o mais exclusivo), Giardino Suítes, Suíte & Flat I, Suíte & Flat II e os Eco Chalés. Tem opção de tudo quanto é jeito.
:: Horários e informações dos hotéis do Rio Quente Resorts neste LINK


Hot Park

Um Parque Aquático com águas quentes, o Hot Park é diversão para todas as idades. Para os hóspedes de todos os hotéis do complexo, o acesso ao parque é incluído no pacote de viagens. Ele também recebe visitantes que pagam pela diária para frequentar o espaço. A gente vai contar um pouco das atrações que mais curtimos.
:: Horários e informações do Hot Park neste LINK

Hotibum

As pequenas se divertiram muito nesse brinquedão com diversas opções de interação, água quentinha e um balde gigante que joga água de tempos em tempos em todo mundo. Legal que os menorzinhos também puderam aproveitar na beiradinha, pois a água é bem rasinha. A Turma do Cerrado recepciona as famílias, faz a abertura oficial do Hotibum e finaliza o dia com música e fotos. Vocês sabem, eles amam…

 

Clubinho da Criança

O HotPark conta também com o Clubinho da Criança, que na realidade, foi o primeiro “Hotibum”. As crianças se sentiram muito à vontade nele, onde encontramos também tinas de água que jorram água, pontes, mini-toboáguas, rio lento e escorregas.

Lazy River

Foi muito legal deslizar pelas águas quentes nas boias do rio lento, juntinho com os pequenos. Enquanto se deslizava, dava para sentir a alegria deles ali, relaxar, se encantar com as cachoeiras e jardins por onde passávamos. Há opções de boia individual ou dupla.

Uma pausa refrescante
Uma pausa refrescante

Praia do Cerrado

Com águas cristalinas, a Praia do Cerrado tem ondas artificiais de águas quentinhas. É a maior praia artificial com águas quentes e naturais do mundo (!) Os pequenos amaram curtir aquele balanço pra lá e pra cá. São nove tipos diferentes de ondas, cercadas por uma areia branquinha. E olha que legal: a areia é originada de cristais extraídos da região. As águas são inteiramente naturais, sem nenhum produto químico e retornam ao rio 100% renovadas. Praia ecologicamente correta.
A área conta com quiosques, restaurante, lanchonete, e quadras para atividades na areia. Há ainda aulas de surfe.

Diversão Ecológica

Mergulho, Caiaque, Tirolesa são algumas das opções para curtir mais um bocado da natureza do Cerrado e se divertir em família.

“Mas é claro que não precisa ter medo, né, mãe. Ué, lá nem tem tubarão…!” Com esse pensamento, lá se foram, lago adentro, encontrando peixes enormes, navios afundados e muita emoção. Sim, criança também mergulha – e de cilindro. A atividade é possível de ser realizada por experientes mergulhadores e também para aqueles que nunca mergulharam, como foi o nosso caso. Há 14 modalidades diferentes e um monitor vai guiando o tempo inteiro.
A gente também experimentou o caiaque, navegando em família, e o papai se aventurou na Tirolesa que cai no lago – tchibum!

Bird Land

“É que eu vou ser “veterinária de animais” quando crescer, mãe!” Tinha menina ansiosa por esse momento desde nossa chegada. Alimentar os pássaros, deixar que eles pousassem nos ombros e nos braços, numa intimidade só. Foi super legal nosso passeio no Bird Land. Um viveiro enorme, onde os animais vivem soltos e a gente passeia entre eles. Tem araras, flamingos, faisões, gaviões, papagaios, tucanos, veados, macacos e tantos outros. Eles chegaram ali, em sua maioria, por meio do IBAMA. No Bird Land, são tratados e retornam à natureza.

Estrutura do Hot Park

E sabe o que mais? A estrutura do Hot Park é super amigável – tem copa da mamãe (que é pra família! – vamos mudar o nome, gente?!) banheiro família e até trocadores nos banheiros masculinos – como devia ser em todos os lugares.


Parque das Fontes

Enquanto o Hot Park fecha às 17h, o Parque das Fontes fica aberto 24h por dia. E é uma delícia nadar nas águas quentinhas à noite, que têm em média 37,5C°. Dizem que o Parque das Fontes é o coração do Rio Quente Resorts. Nele, ficam muitas das 18 fontes que abastecem todo o complexo – e dá pra ver as bolhinhas subindo na piscina, vindas das nascente, pura emoção. A vazão é enorme, sendo que toda a água do espaço é renovada a cada 20 minutos. O parque é de uso exclusivo para os hóspedes do complexo.

A gente queria era morar naquelas piscinas, pelamor!


Outras dicas e observações

Verde por todos os lados
Verde por todos os lados

Carrinho de bebê
Leve ou solicite no hotel, que disponibiliza para locação. Circulamos em TODAS as partes do Rio Quente com os carrinhos, sem problema algum para subir ou descer. E o carrinho, vale lembrar, é uma ótima opção para servir também de “porta bolsas”. Assim como nos passeios pelas praças e parques de BH, penduramos nos carrinhos as bolsas e mochilas, facilitando a locomoção da família.

Transporte
Andamos quase o tempo todo a pé, mas também é possível pedir um carrinho especial (10,00 por pessoa) ou andar no ônibus que circula entre os hotéis. Legal que é possível acompanhar por GPS a localização deles pelo complexo e saber se estão chegando ou não.

 

Pra facilitar a vida, o mapa do Rio Quente Resorts – clique sobre a imagem para ampliar e se localizar



Atrações

O Rio Quente Resorts tem uma ampla programação de lazer, diurnas e noturnas. Durante as férias, há uma agenda de espetáculos, que começa às 21h30. Para as nossas crianças era muito tarde, uma vez que curtiram muito o dia todo e já na hora do jantar estavam bem sonolentas.

Além das atrações que curtimos no Hot Park, há inúmeros outras, como a Mega Tirolesa, o Half Pipe, Rafting, Hot Fly, Escalada, Escolinha de Surf, Mini Golf, Arvorismo, Quadras de Areia. No Rio Quente Resorts há ainda o SPA Manacá, academias, quadras de tênis, ofurôs e aluguel de bicicletas.

 O Complexo inaugurou recentemente o Eko Aventura Park, com várias opções de esportes de aventura imersos à natureza. Não deu tempo de conhecer, algumas atividades são para crianças a partir de 7 anos. Ficamos com o gostinho de quero mais.

Cuidados para um dia nas piscinas 

O Hot Park oferece atrações para curtirmos durante vários dias. Como ficamos uma grande parte do dia entre piscina, sol e brincadeiras, não esqueça de proteger toda a família: protetor solar, roupas de banho com proteção UV, chapéus. Também não se esqueça da hidratação, o tempo é seco, e às vezes nos esquecemos de tomar água por estarmos em um ambiente molhado.

:: Alimentação: há restaurantes e lanchonetes pelo parque. Em sua maioria, as opções de lanche não são saudáveis, mas encontramos suco natural de laranja e água de coco. Como fizemos? Levamos a lancheira das crianças  preparadas junto com o café da manhã. Com crianças, sugerimos a pausa para o almoço sempre.

:: Em todas as piscinas, há bombeiros Guarda-Vidas, porém, não deixe de acompanhar as crianças em todas as atividades. Além disso, se os pequenos não souberem nadar, recomenda-se que estejam sempre com boias.

Leia mais sobre nossa viagem aqui

……………………………………………………………………………………………………………..

Promoção Na pracinha:

Promoção 40% de desconto para a compra de até 5 ingressos por CPF para o Hot Park, válida de 01/02/2017 a 10/01/2018. Para obter o desconto utilize o código promocional NAPR2017. O desconto não é acumulativo com outros descontos e promoções. Compras e informações: www.hotpark.com ou em uma das lojas oficiais do Hot Park. Lazeres opcionais não inclusos no ingresso e na promoção. Às quintas-feiras o Hot Park está fechado para manutenção.​
O Na pracinha viajou a convite do Rio Quente Resorts.