Pulando corda no Parque Estrelinha {Foto: Junia Chaves}
Um parque tão encantador que decidimos realizar um dos Encontros Na pracinha  no espaço. Foi uma manhã fantástica. Por isso, queremos lembrar hoje de como é legal o Parque Havaí (ou Estrelinha, como é chamado por muitos), e te dar um empurrãozinho pra reunir a bola, peteca, corda, bolha de sabão, e passar uma manhã ao ar livre com os pequenos por lá. Quer ver como vale a pena?

O Parque Estrelinha fica no bairro Estrela Dalva, coladinho no Buritis. Ele tem um amplo gramado, que permite todo tipo de brincadeira, um jardim bem cuidado e muitas sombras sob as árvores. São 12.000 m² de parque! :)

O espaço é um convite e tanto para também preparar um gostoso piquenique em família. Leve na cestinha (ou na mochila mesmo!) uma toalha, suco, fruta e pão de queijo, ou biscoitinhos – que tal? Se animar, um bolo caseiro também será bem apreciado em meio à natureza :)

Pelo parque, há bancos distribuídos para um bom descanso contemplando a natureza. Mesas de jogos, uma pista de caminhada e alguns aparelhos de ginástica (prancha abdominal de concreto e barras metálicas), fazem do parque uma opção para a atividade física dos moradores da região.

Infelizmente, o parquinho de madeira das crianças continua com brinquedos quebrados desde a nossa primeira visita – as gangorras e o escorregador. Mas, isto não é impedimento para uma boa brincadeira. A ampla área verde permite que a criançada se exercite com pique pega, corrida maluca, esconde esconde e tudo mais que elas imaginarem.Olha só a lindeza do espaço e inclua o Parque Estrelinha no seu roteiro de passeios com os filhotes – vai ser uma delícia, pode apostar :)

 

Logo na entrada, um belo jardim floresce

 

Área para caminhadas {Foto: Junia Chaves}
Há vários redutos para piqueniques – quem anima?
E um bom espaço para explorar!
A área dos brinquedos precisa de uma reforma {Foto: Junia Chaves}

 

E equipamentos na área de ginástica – uma academia da cidade, quem sabe? {Foto: Junia Chaves}
Cadê o escorregador que estava aqui?

 

O balanço ainda salva a brincadeira ;)
Mas, se não tem brinquedos, como se divertir por lá?

 

Pulando corda sob as árvores
Andando de perna de lata {Foto: Junia Chaves}

 

Brincando de vai-e-vem em família {Foto: Junia Chaves}

 

Brincando na areia {Foto: Junia Chaves}

 

Jogando queimada de almofada {Foto: Junia Chaves}
Preparando um piquenique
Vencendo os pequenos desafios {Foto: Junia Chaves}

 

Explorando o espaço de pé no chão {Foto: Junia Chaves}

 

Descansando com o papai sob as árvores {Foto: Junia Chaves}

 

Brincando de esconder

 

Vamos brincar lá fora, pessoal!
Delícia de lugar {Foto: Junia Chaves}
Delícia de lugar {Foto: Junia Chaves}
Um parque convidativo para desacelerar {Foto: Junia Chaves}
Um parque convidativo para desacelerar {Foto: Junia Chaves}
O que tem de bom por lá
:: área verde e sombra
:: ideal para piquenique
:: pista de caminhada
:: banheiros
O que é preciso melhorar:
:: consertar os brinquedos
:: presença da Guarda Municipal em horário integral
Fique por dentro das regras do parque:
Fonte: Fundação de Parques Municipais

No parque é permitido:
– brincar de bola: desde que leve, de plástico e que as brincadeiras não perturbem o bom funcionamento do parque;
– andar de bicicletas de aro 12, 14 e 16 nas áreas delimitadas para o exercício da atividade;
– o uso de patins, patinetes ou similares para crianças de até 12 (doze) anos de idade.

 

 

#repost
1ª publicação: 27/6/16