Por Thaís Alencar, educadora

O Encontro Marcado – obra de Leo Santana, em frente à Biblioteca

A Praça da Liberdade é uma das mais belas praças de nossa cidade. Não há moradores ou visitantes que passeiem por ali e não se rendam aos seus encantos. Ao seu redor encontramos inúmeros prédios de refinada arquitetura, que hoje abrigam os museus e centros de cultura do Circuito Cultural. À esquerda do Palácio da Liberdade avistamos o único prédio residencial da praça, o Edifício Niemeyer, cujo nome homenageia seu projetista, o arquiteto carioca Oscar Niemeyer. Se movermos nosso olhar para os prédios à direita do imponente palácio, encontraremos um edifício um pouco menor, mas cujo traçado curvilíneo não deixa dúvida que estamos diante de mais uma obra do famoso arquiteto. É ali que se encontra Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa.

 

 

O prédio-sede data de 1954, inaugurado pelo então governador do estado Juscelino Kubitschek. À frente de sua fachada há um gracioso jardim florido, com frondosas árvores e área gramada. Logo na entrada somos recepcionados por uma obra de arte especial, conhecida por “Encontro Marcado”. O artista plástico Leo Santana eternizou em estátuas de bronze de tamanho natural os “quatro cavaleiros do Apocalipse”, codinome dos amigos e escritores mineiros Otto Lara Rezende, Fernando Sabino, Paulo Mendes Campos e Héllio Pellegrino. Dentro do prédio encontramos um enorme saguão, de onde avistamos uma exposição, alguns guarda-volumes, o elevador para acesso aos demais andares, a entrada para o teatro, um totem informativo do Circuito Cultural e a entrada para o setor infanto-juvenil. Desde setembro 2000 o acervo para adultos se encontra em outro prédio, nas proximidades. Um antigo anexo da Secretaria da Fazenda, localizado na rua da Bahia, reformado e cedido à instituição. Este prédio recebeu o nome de Anexo Professor Francisco Iglésias:

Os jardins em frente à Biblioteca

A BPLB faz parte da história de nossas famílias desde quando eu e marido ainda nem existíamos. Meus pais eram assíduos frequentadores já nas décadas de 1960 e 70. Meu marido, que tinha a Praça da Liberdade por quintal de casa, possui inumeráveis lembranças de passeios à biblioteca. Dentre as minhas tantas idas à BPLB, lembro quando da inauguração do Anexo utilizar de suas salas de estudo para ler e estudar para o vestibular. Nos últimos tempos, porém, temos visitado com mais frequência um dos setores do prédio-sede da BPLB: o Espaço Infanto-Juvenil (BIJU).

 

Bem-vindo!

 

Olha quantos livros…!

Passeando pela BIJU

O acervo infantojuvenil da BPLB conta com diversos títulos de obras literárias, revistas, atlas, almanaques e gibis. Por lá encontramos obras para todas as idades, e de diversos materiais. O espaço é totalmente adaptado para acolher os pequenos, tudo pensado nos mínimos detalhes. É possível estacionar seu carrinho de bebê logo na entrada, e se preciso for há até um fraldário com dois trocadores no salão. Mesas e cadeiras pequenas compõem o ambiente de leitura, assim como grandes e confortáveis pufes e tapetes emborrachados. As obras ficam disponíveis em estantes de altura adequada para os pequenos leitores. Eles podem ler in loco ou levar para casa, e podem ainda solicitar ajuda para a equipe que trabalha no local. O balcão de atendimento possui escadas com degraus largos para que as crianças consigam conversar com os funcionários “olhando em seus olhos”. Tudo é decorado com muito carinho e de tempos em tempos uma nova temática assume o tom da decoração dos murais.

Ao fundo da sala principal do acervo infantil encontramos dois espaços muito interessantes: uma brinquedoteca para ser explorada por bebês e crianças, e um amplo salão com espaço para contações de histórias.

As fotos abaixo mostram meus filhos curtindo a BIJU nos nossos últimos passeios por lá. Vejam só como aproveitamos bastante pra curtirmos nosso tempo junto.

Mobiliário adaptado para incentivar o interesse das crianças pela leitura
Futebol na Biblioteca?

 

Que Brinquedoteca mais charmosa :)

 

Espaço para contações de histórias e rodas de conversa

 

Tem até fraldário no saguão

 

Livros para todas as idades

 

Algumas regras para tudo funcionar direitinho :)
Estacionamento de carrinho de bebê – é uma biblioteca para a família, né?

 

E tem muito mais para conhecer pela Praça da Liberdade…!
Vamos passear por lá?

 

Como fazer a carteirinha: Compareça à Biblioteca, trazendo documento com foto, comprovante de endereço (recente, de Belo Horizonte ou região metropolitana, em seu nome ou sobrenome e que tenha passado pelo correio). É necessário pagar uma taxa de contribuição de R$ 3,00. Menores de 16 anos precisam também da presença de um dos pais ou responsável, ou de uma autorização assinada por eles.

Como pegar um livro: Cada carteirinha dá direito ao empréstimo de até três obras por 14 dias. O empréstimo pode ser renovado presencialmente ou via internet.

O que tem de bom por lá:
:: Acervo
:: Brinquedoteca
:: Jardins
:: Programação cultural