Muitas crianças, ainda bem pequenas, observam os familiares tomando café e pedem para experimentar. E também algumas famílias possuem o hábito de beber e oferecer café para as crianças.

A cafeína presente no café é uma substância psicoativa (assim como: chá verde, chá mate, chimarrão, guaraná em pó, refrigerantes à base do cola) e seu efeito pode causar:

– dificuldade para dormir;
– dor de cabeça;
– aumento da frequência cardíaca e pressão;
– diminuição na absorção de cálcio (o famoso café com leite);
– dor de estômago;
– agitação e nervosismo;
– é diurético e pode contribuir com desidratação.

Além disso, normalmente as crianças que consomem café estão deixando de consumir outras bebidas mais importantes como: água e suco natural. Lembrando também que o cafezinho com açúcar altera o apetite da criança, sacia e pode atrapalhar no consumo das refeições, principalmente nas famílias que o hábito de “beliscar um cafezinho” acontece.

Sendo assim, a recomendação é evitar o cafezinho durante a infância. Ele não possui nenhum nutriente importante para o crescimento, ou seja, não fará nenhuma falta em seu desenvolvimento.