Última semana de janeiro… última semana das férias escolares. Período de reorganização da rotina familiar que geralmente é quebrada na descontração das férias. Para muitas famílias, esse é um período de certa ansiedade, pois precisam retomar (ou iniciar) a rotina escolar.

As crianças que já vão à escola e que estão nos anos finais da Educação Infantil ou, mais adiantados, no Ensino Fundamental, já conhecem a experiência do cotidiano escolar. Essa rotina nem sempre é vivenciada de forma fácil e tranquila pelas famílias. Algumas crianças já demonstram resistência ou encontram dificuldades com os estudos desde as séries iniciais.

O hábito do estudo, assim como o hábito da leitura, (leia “O livro tem quantas páginas? A importância do hábito da leitura”), deve ser cultivado e valorizado desde cedo. Quando a criança começa a ter responsabilidades escolares, como atividades de casa, trabalhinhos para serem feitos com as famílias, devem ser criados momentos e ambientes propícios para a realização dos trabalhos, de modo que a criança entenda que aquela prática tem uma importância para a vida dela e que deve ser desempenhada de forma responsável. Esse momento também deve ser apresentado para ela como algo prazeroso, até que ela consiga compreender realmente e de forma mais consciente sobre a importância dos estudos na sua vida.

Há algumas atividades práticas de organização da rotina escolar que ajudam as crianças e as famílias a passarem por essa situação de forma menos traumática e mais eficaz.

  • Ter um material escolar para ser usado somente em casa e deixá-lo sempre organizado (lápis apontados, por exemplo);
  • Montar quadros nos quais coloquem as atividades que serão realizadas ao longo da semana, deixando espaço para acrescentarem o que foi solicitado pela professora (para as crianças que ainda estão no processo de alfabetização, podem ser utilizadas gravuras representando as atividades);
  • Criar um ambiente calmo, tranquilo e espaçoso para que a criança possa se concentrar melhor;
  • Ter um horário definido para fazer as tarefas de casa;
  • Não deixar nada acumular;
  • Conferir o material que será levado para a escola diariamente, de preferência na véspera (principalmente, para os que estudam no turno da manhã).

A participação da família em cada uma dessas práticas de organização varia de acordo com a idade da criança e com a autonomia e gosto pelo estudo que já adquiriram. A presença da família nesses momentos dá segurança aos pequenos e mostra que o estudo e a escola têm grande valor na vida das pessoas.

Boa volta às aulas!