Um espaço que desperta a curiosidade de todo mundo. Que faz a gente querer brincar de explorador, paleontólogo, e o que a imaginação permitir. E com um jardim – das Borboletas – em ganhamos horas e horas por lá, desacelerando! Um museu para as crianças e suas famílias.

No Museu  PUC Minas de Ciências Naturais encontramos mais de 62 mil fósseis originais e espécies atuais. A fauna brasileira representada por mamíferos, aves, répteis e anfíbios, vida na água e no cerrado, fazem parte do acervo. Um espaço interdisciplinar, que desenvolve atividades científicas, educativas e culturais nas áreas de paleontologia, zoologia e conservação da natureza. A criançada aprende brincando!O Museu tem uma programação super legal, além de ter atividades nas férias, possibilidade de comemorar aniversários aos sábados e, esporadicamente, abrir aos domingos para concertos dominicais. Vale acompanhar a agenda por aqui.

O espaço é organizado para que a visita represente a evolução:

A Era dos Répteis
Os donos da Terra no período Mesozóico, reinaram absolutos por aproximadamente 150 milhões de anos. Na exposição, encontramos 5 exemplares de dinossauros sul-americanos, pterossauros (répteis voadores) e um grande crocodilo descoberto no Brasil e em diferentes partes do mundo.
Dinossauros sul-americanos para conhecermos
Dinossauros sul-americanos para conhecermos

 

Peter W. Lund: Memórias de um Naturalista

O Naturalista que fez grandes descobertas em Minas no século XIX é homenageado nesta exposição. Também conhecemos a Luzia, um dos mais antigos registros humanos já encontrados nas Américas

Lagoa Santa em 1860
Lagoa Santa em 1860

Cavernas: Espaços Subterrâneos de Vida

Como será passear por uma caverna? Neste espaço, vivenciamos como é formada e como evolui uma caverna, com a fauna e vegetação presentes.

Museu Sensorial
Museu Sensorial

O Cerrado

Dividida em quatro módulos – o amanhecer, o dia, o crepúsculo e a noite -, onde são apresentados animais e plantas dos diferentes ambientes do cerrado.

A Grande Extinção: 11 mil anos
Esta exposição apresenta um panorama da fauna brasileira do período Pleistoceno, por meio do acervo inédito de animais já extintos e espécies atuais que também viveram neste período. Esqueletos completos de fósseis como preguiças-gigantes, tatu gigante, mastodonte, toxodonte, tigre-dentes-de-sabre, macaco Protopithecus, bem como espécies atuais de tatus e tamanduás estão por lá. Não tem como a criançada não ficar curiosa, gente!
Mamãe e bebê
Mamãe e bebê
Fauna Exótica
Sabe os animais que não temos por aqui? Eles estão lá para que a criançada possa conhecer: elefantes, rinocerontes e antílopes são um exemplo.
Vida na Água
E a fauna no meio aquático? Dos invertebrados às baleias, e uma exposição enorme com mais de 1.000 exemplares de conchas de moluscos!
Também tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre as histórias das estrelas e planetas. O planetário funciona com horários específicos, vale conferir a programação no site.
Planetário curioso
Planetário curioso
A vista do último andar
A vista do último andar

 

Pensa que acabou? Que nada! Ainda tem a área externa, o Jardim das Borboletas, que é do jeitinho que a gente gosta, com muito verde! Dá até para brincar de parque dos dinossauros por lá!

#repost – atualizado mar/2017
1ª publicação: abr/2014