Tem um lugarzinho escondido em BH que é desses parques que poucos conhecem, mas se apaixonam quando passeiam por lá. Foi um dos espaços em que eu brinquei muito ao ar livre junto com a primaiada. E quando criamos o Napracinha, ouvimos muitas leitoras referenciando o “parquinho da Cidade Nova”, como um reduto especial em que seus filhos brincavam diariamente.

Quanta coisa mudou da época da minha infância para a das meninas! Na nossa primeira visita já nos encantamos pelo espaço <3 Tanto que realizamos vários eventos por lá.

O nome oficial é Parque Ecológico Marcos Mazzoni, tem 14.100 m² e alguns papais já nos confidenciaram que para eles, o espaço é considerado o “quintal de casa”. E parece mesmo um quintal, de tão aconchegante! O parque foi implantando em 1990, por meio de um movimento da comunidade. Deve ser por isso que nele dá pra sentir um clima tão “família”.

E as famílias gostam tanto, que até promovem lá mesmo as festinhas de aniversário dos filhotes com os amiguinhos que fazem no parque, além de piqueniques e festinhas temáticas. Por lá também acontece o Bloquim DuBem durante o carnaval.

A área de parquinho conta com várias opções para a criançada. E sabe o que é mais legal? O parque conta com uma biblioteca especialmente mantida pela comunidade. Já pensou, passear em um parque dentro da cidade grande, de fácil acesso e ainda poder sentar na grama para ler um livro? Isso é no meio de BH, viu, gente?

 

O que tem de bom por lá:
:: muito espaço para brincar
:: biblioteca
:: banheiro

“O parque Marcos Mazzoni é mais do que um simples espaço para brincar. Ele é um centro que permite o estreitamento de laços das crianças colegas de escola e também de seus pais. Sempre é possível encontrar uma criança para brincar no parque. E o parquinho vem expandindo seus horizontes: ganhou recentemente uma biblioteca, teve uma festa de Halloween para as crianças promovida por seus frequentadores, e vira e mexe abriga um piquenique, uma festinha de aniversário ou uma reunião alegre sem motivo!” Juliana Mássimo, mãe da Clara
Fique por dentro das regras do parque:
Fonte: Fundação de Parques Municipais

No parque é permitido:
– brincar de bola: desde que leve, de plástico e que as brincadeiras não perturbem o bom funcionamento do parque;
– andar de bicicletas de aro 12, 14 e 16 nas áreas delimitadas para o exercício da atividade;
– o uso de patins, patinetes ou similares para crianças de até 12 (doze) anos de idade;
– soltar pipas de papel nas áreas autorizadas, desde que não se utilize fios cortantes (cerol ou similares), longe da rede elétrica e sem perturbar os demais usuários;
– a entrada de cães, utilizando sempre guia de condução e coleira. Importante: os cães da raça Pit Bull deverão utilizar focinheira, conforme Lei Municipal nº 8.198 de 2001 (vale considerar que o parque é frequentado por crianças, então, cães de grande porte em geral deveriam usar a focinheira); a remoção e destinação das fezes dos animais são de responsabilidade de seus donos; os animais não devem entrar nos jardins e lagos.

Fotos: Patricia de Sá e Angela Lago

#repost
Primeira publicação 31/05/13
Post atualizado em março/17.