“Um menino nasceu – o mundo tornou a começar!” Guimarães Rosa

Visitar o Museu dos Brinquedos é realizar um passeio nostálgico que resgata as nossas memórias divertidas da infância. Afinal, aquelas bonecas, ursos, carrinhos, e uma infinidade de brinquedos especiais se parecem e muito com os que a nós pertenceram. Para os nossos filhos é um mundo novo, um espaço de estímulos sonoros, visuais e até sensoriais.

O Museu localiza-se em uma charmosa casa integrante do patrimônio histórico de nossa capital. O acervo é organizador por décadas (desde o início do século XX até os dias atuais).  Com cerca de 5.000 peças, entre nacionais e importados, o espaço promove ainda oficinas, conta com um pátio para diversão e uma brinquedoteca para as crianças curtirem. Geralmente, aos sábados, há uma programação especial no período da tarde, com espetáculos infantis, por isso, vale a pena conferir a agendinha pra planejar a diversão.

 

 

“A ordem dos brinquedos”
Os primeiros brinquedos surgem da interação do homem com a natureza e, ao longo do tempo, irão refletir o desenvolvimento intelectual e tecnológico da humanidade. Nesta sala, os visitantes conhecem réplicas dos brinquedos mais antigos inventados pelo homem e, através deles, aprendem um pouco da história da humanidade, seu desenvolvimento, suas descobertas, seus valores, suas formas de vida, como o homem pensava, via o mundo e interagia com ele. São brinquedos mais rudimentares, simples mas ricos em significados e magia de uma época em que o ser humano não tinha muito recurso além de sua própria inteligência e poder de imaginação. Também irão conhecer exemplares que marcaram o surgimento da indústria do brinquedo.

“A industrialização dos brinquedos”
Os brinquedos produzidos nas fábricas surgiram durante a Revolução Industrial, no século XVIII e XIX. Eram fabricados sob variadas técnicas e em diferentes cores, formas, tamanhos e materiais, e buscavam sempre traduzir e retratar em miniaturas as descobertas do homem.
Além de refletir o desenvolvimento econômico e tecnológico, a especialização da produção dos brinquedos demarcou também um momento histórico-social importante: a constituição de uma nova estrutura familiar onde a infância e a criança passam a ser valorizadas.

Faça um convite para um passeio envolvendo muitas gerações na família, será uma experiência super legal.

 

O que não pode faltar no passeio?
– Lanche para as crianças
– Confirmar a programação do dia para não perder nenhuma oficina!

 
 #repost
1ª publicação: março/2012
atualizado em abril/2017