Foto: Bem Me Quer
Foto: Bem Me Quer

 

Os primeiros anos da criança são repletos de conquistas e descobertas. Observa-se que atualmente os adultos têm criado muitas expectativas para acompanhar os processos de desenvolvimento das crianças e acabam muitas vezes atropelando o ritmo natural das coisas. As comparações com os filhos dos amigos, vizinhos e com as outras crianças da escola, geram angustia, e uma competitividade nada saudável para ver qual filho fez o que primeiro.

As crianças são únicas, cada uma com seu ritmo e devem ser respeitadas. Não precisamos estimular as crianças em excesso e não precisamos exigir delas que aprendam no mesmo tempo que as outras. Todo excesso pode gerar estresse, frustração e ultrapassar etapas que são importantes para o desenvolvimento das seguintes.

Nós adultos podemos ajudar preparando ambientes saudáveis, com contextos interessantes que geram curiosidade, aprendizado e respeitam o momento de vida da criança. Podemos ajudar também interagindo, participando e nos entregando 100% energeticamente quando estamos do lado deles. Estar atento e interessado na criança, mostrar afeto, observa-la dentro da sua individualidade e registrar suas conquistas, contribui tanto para o desenvolvimento saudável quanto para perceber  o quanto a criança está diariamente conquistando novas habilidades além de ajudar a perceber com mais clareza quando ela realmente precisar de uma ajuda externa profissional.

Acreditar no potencial das crianças é outra atitude que nos leva para o caminho do respeito ao tempo e ao ritmo de cada uma delas. Com amor e paciência o desenvolvimento acontece de forma ainda mais enriquecedora.