É sempre necessário estarmos atentos ao desenvolvimento da fala da criança. Quando observado algum problema, os pais e responsáveis devem buscar a opinião profissional, uma vez que alterações na fala podem provocar  dificuldades em toda a comunicação. Tratar no início é sempre mais fácil e com melhores chances de alcançar bons resultados.

Várias são as estratégias que podem ser utilizadas para estimular o desenvolvimento da comunicação, tais como:
– Cantar para o bebê quando ele ainda estiver no útero;
– Cantar e contar história para a criança desde pequenininha;
– Explorar os momentos em que a criança se mostra predisposta para falar, incentivando a troca de palavras e de ideias;
-Falar devagar e estabelecer contato visual com a criança.

Conversar sempre com a criança, permite que perceba melhor os sons, conhecendo e se acostumando com a voz dos pais desde cedo e desenvolvendo os aspectos comunicativos.

Algumas vezes, as alterações da fala podem estar relacionadas com hábitos orais, como o uso inadequado e prolongado de chupetas, sucção continuada do dedo, bico de mamadeira com furo muito grande, que podem levar a alterações funcionais dos órgãos responsáveis por uma boa fala.

É muito importante que os pais fiquem atentos ao desenvolvimento da fala, bem como aos hábitos nocivos desenvolvidos pelas crianças. As alterações na comunicação devem ser observadas e relatadas a um fonoaudiólogo. A família pode contar com um acompanhamento profissional especializado para orientação e tratamento.