15178309_154960044905100_7393806312385418039_n

Tem nos faltado tempo, mas temos anseios de sobra, não é mesmo? A rotina materna é um malabarismo. Durante nosso dia encontramos micro tempos para fazer muitas coisas. Entre uma fralda e outra, uma refeição e a lancheira, escola e trânsito, demandas do trabalho, sobra-nos vontade para aprender, compartilhar informação e conhecimento. Pensando nessa realidade cotidiana das mães, o Mom is Cool surgiu. Uma plataforma de microcursos gratuitos e afetuosos para mães. Com temas úteis, conduzidos por pessoas bacanérrimas e num formato que cabe no tempo de quem precisa aprender, mas não tem tantas horas vagas para fazer isso.

Funciona assim: você acessa a plataforma e se cadastra. Escolhe um curso, recebe por e-mail 5 lições de 5 minutos (1 por dia). E ainda é possível testar os conhecimentos com um quiz. Legal, né?

O Na pracinha está por lá, falando do Brincar, é claro! Bora conhecer as temáticas e os facilitadores?

Como brincar com as crianças nessa rotina atribulada de hoje
{Na pracinha}
Você vai descobrir a importância do brincar livre (e o que isso significa), como possibilitar esse brincar na vida das crianças com a rotina atribulada de hoje, de que forma podemos proporcionar uma infância mais off-line (e a importância disso), além de ideias para possibilitar um brincar saudável, em meio à natureza, mesmo morando na cidade grande.

Meu filho é diferente?
{Ana Holanda, mãe da Clara e do Lucas, editora-chefe da revista Vida Simples e criadora do projeto online Minha Mãe Fazia}
Num mundo em que temos (ou achamos que temos) resposta pra tudo, uma criança que não se encaixa nos rótulos “normais” ou de transtornos, doenças e síndromes conhecidas é um problema. Para alguns pais e profissionais, ela precisa logo ser rotulada, para que assim seja tratada da forma como as outras crianças com esses rótulos são. Mas e se ela for apenas diferente? Se nenhum dos sinais e sintomas desses rótulos se encaixam no jeito dela? Precisamos mesmo dar um nome para isso e submetê-la a um “tratamento”?

O poder da comunicação Mãe e Filho
{Clarissa Yakiara, criadora do Bee Family, um programa de desenvolvimento da família, baseado no respeito e no amor}
Comunicar-se bem, entender e se fazer entendido é um desafio grande para qualquer um no mundo de hoje. Imagina então para uma criança? E pra a mãe então, que algumas vezes gostaria que seu filho tivesse manual?

Empreendedorismo e Maternidade: como conciliar?
{Lu Simão, que teve a ideia de criar o Abê Studio Criativo com a Manuela ainda na sua barriga}
Empreender é uma tarefa difícil para qualquer pessoa, pois exige tempo e dedicação. Troque a palavra empreender por maternidade e a frase anterior continua muito verdadeira. Imagine então conciliar as duas coisas. É possível?

Como resgatar sua auto estima no pós parto?
{Letícia Melo, criadora do Vida Pós Parto e sua Melodologia}
Quando se recupera e eleva a autoestima, tudo fica mais leve e começa a fazer sentido. A mãe tem mais paciência e energia para cuidar e dar atenção aos filhos, a relação com o parceiro fica mais prazerosa e a disposição para cumprir todos os seus papéis aumenta.

Empoderamento feminino e Maternidade10
{Tetê Carneiro e Bebel Soares, criadoras do Padecendo no Paraíso, uma rede de empoderamento feminino pós maternidade}
A Organização das Nações Unidas defende que até 2030 precisaremos estar num mundo 50/50, no qual a equidade de gênero em todas as atividades sociais e da economia estão garantidas. Portanto, esse  não é um tema secundário, e sim fundamental para “a melhoria da qualidade de vida de mulheres, homens e crianças, e para o desenvolvimento sustentável”. Quando falamos de mães então, existem outros fatores para que essas mulheres tornem-se protagonistas de suas vidas e tenham o espaço que lhes pertence. Esse microcurso fala sobre os principais desafios da mulher pós maternidade.

O que ensinar aos seus filhos sobre crianças especiais
{Odette Castro, autora do livro “Rubi”, onde conta sua experiência com a filha Beatriz, portadora da síndrome Rubinstein-Taybi, e idealizadora do projeto virtual Fale Certo}
“Quando você tem que lidar diariamente com as diferenças, você se liberta de julgamentos. Esta é a maior liberdade que uma pessoa pode conquistar”. Nesse microcurso você vai conhecer maneiras e atitudes que vão ajudá-lo a ensinar seus filhos a lidar com pessoas especiais, entendendo palavras e seus significados e dicas para praticar a inclusão.

Posso melhorar a qualidade de sono do meu filho?
{Lívia Praeiro, idealizadora e responsável pelo 8 Horas, um serviço de consultoria para o sono materno-infantil}
Você vai descobrir mecanismos para ajudar no sono do seu filho, entendendo os agentes externos e internos (e a importância deles) para a qualidade do sono das crianças.

Construindo um bom ambiente alimentar para minha família
{Luíza Fiorini, é gastrônoma especialista em educação alimentar infantil, responsável pelo site Alimentação Infantil e é embaixadora oficial em Belo Horizonte do Food Revolution}

A hora de se alimentar pode ser um momento ainda maior do que só oferecer nutrientes importantes para o crescimento do seu filho. Nesse microcurso, você irá desenvolver um novo olhar para a comida, que pode e deve ser utilizada como instrumento de aprendizagem, carinho e muita diversão.

À espera da cegonha
{Amora Xavier, jornalista, produtora teatral e autora do projeto que virou livro “Cartinhas para a Cegonha”}
Para algumas mulheres a gravidez não vem tão fácil como se pensa. Pelo contrário, o sonho de ser mãe chega com uma série de obstáculos. Nesse microcurso, a Amora Xavier compartilha com a gente sua trajetória, que pode servir de estímulo para muitas “tentantes” enfrentarem as dificuldades do processo com mais leveza, além de permitir que as esperanças sejam renovadas. Hoje, é mãe do Noé, seu primeiro filho.

 

Quer participar? 
http://www.momis.cool/
Fan page