15178309_154960044905100_7393806312385418039_n

Tem nos faltado tempo, mas temos anseios de sobra, não é mesmo? A rotina materna é um malabarismo. Durante nosso dia encontramos micro tempos para fazer muitas coisas. Entre uma fralda e outra, uma refeição e a lancheira, escola e trânsito, demandas do trabalho, sobra-nos vontade para aprender, compartilhar informação e conhecimento. Pensando nessa realidade cotidiana das mães, o Mom is Cool surgiu. Uma plataforma de microcursos gratuitos e afetuosos para mães. Com temas úteis, conduzidos por pessoas bacanérrimas e num formato que cabe no tempo de quem precisa aprender, mas não tem tantas horas vagas para fazer isso.

Funciona assim: você acessa a plataforma e se cadastra. Escolhe um curso, recebe por e-mail 5 lições de 5 minutos (1 por dia). E ainda é possível testar os conhecimentos com um quiz. Legal, né?

O Na pracinha está por lá, falando do Brincar, é claro! Bora conhecer as temáticas e os facilitadores?

Como brincar com as crianças nessa rotina atribulada de hoje
{Na pracinha}
Você vai descobrir a importância do brincar livre (e o que isso significa), como possibilitar esse brincar na vida das crianças com a rotina atribulada de hoje, de que forma podemos proporcionar uma infância mais off-line (e a importância disso), além de ideias para possibilitar um brincar saudável, em meio à natureza, mesmo morando na cidade grande.

Meu filho é diferente?
{Ana Holanda, mãe da Clara e do Lucas, editora-chefe da revista Vida Simples e criadora do projeto online Minha Mãe Fazia}
Num mundo em que temos (ou achamos que temos) resposta pra tudo, uma criança que não se encaixa nos rótulos “normais” ou de transtornos, doenças e síndromes conhecidas é um problema. Para alguns pais e profissionais, ela precisa logo ser rotulada, para que assim seja tratada da forma como as outras crianças com esses rótulos são. Mas e se ela for apenas diferente? Se nenhum dos sinais e sintomas desses rótulos se encaixam no jeito dela? Precisamos mesmo dar um nome para isso e submetê-la a um “tratamento”?

O poder da comunicação Mãe e Filho
{Clarissa Yakiara, criadora do Bee Family, um programa de desenvolvimento da família, baseado no respeito e no amor}
Comunicar-se bem, entender e se fazer entendido é um desafio grande para qualquer um no mundo de hoje. Imagina então para uma criança? E pra a mãe então, que algumas vezes gostaria que seu filho tivesse manual?

Empreendedorismo e Maternidade: como conciliar?
{Lu Simão, que teve a ideia de criar o Abê Studio Criativo com a Manuela ainda na sua barriga}
Empreender é uma tarefa difícil para qualquer pessoa, pois exige tempo e dedicação. Troque a palavra empreender por maternidade e a frase anterior continua muito verdadeira. Imagine então conciliar as duas coisas. É possível?

Como resgatar sua auto estima no pós parto?
{Letícia Melo, criadora do Vida Pós Parto e sua Melodologia}
Quando se recupera e eleva a autoestima, tudo fica mais leve e começa a fazer sentido. A mãe tem mais paciência e energia para cuidar e dar atenção aos filhos, a relação com o parceiro fica mais prazerosa e a disposição para cumprir todos os seus papéis aumenta.

Empoderamento feminino e Maternidade10
{Tetê Carneiro e Bebel Soares, criadoras do Padecendo no Paraíso, uma rede de empoderamento feminino pós maternidade}
A Organização das Nações Unidas defende que até 2030 precisaremos estar num mundo 50/50, no qual a equidade de gênero em todas as atividades sociais e da economia estão garantidas. Portanto, esse  não é um tema secundário, e sim fundamental para “a melhoria da qualidade de vida de mulheres, homens e crianças, e para o desenvolvimento sustentável”. Quando falamos de mães então, existem outros fatores para que essas mulheres tornem-se protagonistas de suas vidas e tenham o espaço que lhes pertence. Esse microcurso fala sobre os principais desafios da mulher pós maternidade.

O que ensinar aos seus filhos sobre crianças especiais
{Odette Castro, autora do livro “Rubi”, onde conta sua experiência com a filha Beatriz, portadora da síndrome Rubinstein-Taybi, e idealizadora do projeto virtual Fale Certo}
“Quando você tem que lidar diariamente com as diferenças, você se liberta de julgamentos. Esta é a maior liberdade que uma pessoa pode conquistar”. Nesse microcurso você vai conhecer maneiras e atitudes que vão ajudá-lo a ensinar seus filhos a lidar com pessoas especiais, entendendo palavras e seus significados e dicas para praticar a inclusão.

Posso melhorar a qualidade de sono do meu filho?
{Lívia Praeiro, idealizadora e responsável pelo 8 Horas, um serviço de consultoria para o sono materno-infantil}
Você vai descobrir mecanismos para ajudar no sono do seu filho, entendendo os agentes externos e internos (e a importância deles) para a qualidade do sono das crianças.

Construindo um bom ambiente alimentar para minha família
{Luíza Fiorini, é gastrônoma especialista em educação alimentar infantil, responsável pelo site Alimentação Infantil e é embaixadora oficial em Belo Horizonte do Food Revolution}

A hora de se alimentar pode ser um momento ainda maior do que só oferecer nutrientes importantes para o crescimento do seu filho. Nesse microcurso, você irá desenvolver um novo olhar para a comida, que pode e deve ser utilizada como instrumento de aprendizagem, carinho e muita diversão.

À espera da cegonha
{Amora Xavier, jornalista, produtora teatral e autora do projeto que virou livro “Cartinhas para a Cegonha”}
Para algumas mulheres a gravidez não vem tão fácil como se pensa. Pelo contrário, o sonho de ser mãe chega com uma série de obstáculos. Nesse microcurso, a Amora Xavier compartilha com a gente sua trajetória, que pode servir de estímulo para muitas “tentantes” enfrentarem as dificuldades do processo com mais leveza, além de permitir que as esperanças sejam renovadas. Hoje, é mãe do Noé, seu primeiro filho.

O prazer da leitura: um hábito que ultrapassa gerações
{Mônica Bonilha, jornalista, escritora e autora do projeto Arte de Vó}
Estimular a imaginação, aguçar a curiosidade e ajudar no desenvolvimento da linguagem tanto escrita quanto oral são atributos pra lá de especiais. Mas os benefícios dos livros para as crianças não acabam por aí. Além dos aspectos cognitivos, as histórias contribuem para que os pequenos saibam lidar melhor com as emoções, e o momento da leitura em si é uma referência de afeto.

Merenda escolar: a oportunidade de implementar bons hábitos alimentares
{Juliana Muradas, idealizadora do Projeto Inhame Inhame}
O curso irá mostrar como o cuidado com a alimentação das crianças é fundamental para formarmos uma sociedade capaz de fazer escolhas conscientes na maneira de se alimentar.

Como inserir (de forma saudável) a tecnologia na vida das crianças
{Marcelo Cafeeiro e Rodrigo Cornélio, idealizadores do Entre Fraldas}
Que tal ensinar os seus filhos, desde pequenos, que a tecnologia deve ser usada com moderação e bom senso? Este microcurso vai te ajudar a lidar com o tema em casa, mesmo que você não entenda nada de tecnologia.

Quer participar? 
http://www.momis.cool/
Fan page