Convento da Penha
O principal destino de férias da minha infância ainda não era conhecido pelas minhas filhas. Aproveitamos o feriado de 7 setembro e demos um pulinho nas terras capixabas. Durante os 3 dias em que passeamos por lá, visitamos alguns pontos turísticos, e curtimos as pracinhas e praias acompanhados de familiares que moram na cidade. Voltamos com aquele desejo de quero mais, afinal, definitivamente o Espírito Santo vai muito além de Guarapari.
Ficamos hospedados na Praia da Costa, em Vila Velha, mas circulamos pelas duas cidades. O feriado foi com chuvas esporádicas, um friozinho variável, não deu pra curtir o mar todos os dias, e olha que nós mineiros pegamos praia até com chuva, né? Mas, não foi motivo para desanimar. Teve muita praça, natureza e história – de tudo um pouco!

Vitória

A Ilha do Mel, como foi nomeada pelo índios goytacases rende muitos passeios.Seja caminhando pela orla, uma volta pela Ilha do Boi, uma espiada na Curva da Jurema, uma visita ao centro de Vitória para conhecer Palácio Anchieta e a Catedral. Vale aproveitar para mostrar aos pequenos a dimensão do Porto de Tubarão e como se fazem panelas de barro no espaço das Paneleiras de Goiabeiras. Não esqueça de experimentar a moqueca capixaba, hein? Quer adoçar a viagem? Uma visita a Fábrica de Chocolates Garoto garante esta parte, inclusive, há tours guiadas com pré-agendamento.

Praia de Camburí

Um calçadão de 5 km de extensão, fechado aos finais de semana para as famílias curtirem a beira-mar. Mesmo alguns pontos sendo impróprios para banho, muitos capixabas ocupam a área brincando em família, sendo aproveitando a ciclovia, andando de patins/skate ou praticando esportes na areia. A praia conta com 3 píers.

Enseada do Suá e as pracinhas

Uma região com 3 pracinhas <3 Praça dos Namorados, Praça dos Desejos e da Ciência. Todas com ótimas opções de lazer para as família a beira mar. A gente se encantou com a Praça da Ciência, que oferece vários equipamentos que referenciam conceitos científicos ligados à Física. Ciência para brincar! Durante o dia, alunos da Universidade Federal do Espírito Santo estão por lá para esclarecer dúvidas e realizar oficinas.

Avenida Américo Buaiz, s/n, Enseada do Suá (próximo à Curva da Jurema)
Telefone: (27) 3345-0882
Horário de atendimento: de terça a sexta-feira, das 8 às 12h e das 13 às 17h; e sábados, domingos e feriados, das 8 às 12h.

Projeto Tamar
Localizado na Ilha do Papagaio, próximo a Praça do Papa, a base capixaba do projeto foi inaugurada em 2012. É um dos passeios mais legais para se fazer com as crianças. Elas ficam em êxtase com tantas vivências e aprendizados. Ao longo do dia acontecem as visitas guiadas que falam sobre a proteção das tartarugas marinhas no país, a biologia das espécies e os locais de desova no ES. Há o momento da alimentação assistida, em que os pequenos também participam (adoramos!), e em épocas do ano acontecem a soltura de tartarugas (queremos!).

Av. Nossa Senhora dos Navegantes, nº 700A
Fone: (27) 3225-3787
Aberto de terça-feira a domingo, das 8:30 às 17:00 horas.
Ingresso – Inteira R$ 14,00 e meia R$ 7,00
http://www.tamar.org.br/centros_visitantes.php?cod=24

Praça do Papa
Se a praça de Beagá tem uma das vistas mais lindas da cidade, a de Vitória também conquista: dá para ver a lindeza do Convento da Penha e da 3ª ponte e seus 3.330 metros de extensão, 70 metros de altura!
O motivo do nome da praça você já desconfia, né?! A praça conta com um parquinho à beira mar e em breve deve receber o Cais das Artes, um espaço cultural já em construção.

 Vila Velha

 

A faixa litorânea de Vila Velha tem extensão média de 32 km, e conta com área urbanizada e uma boa parte de praias com características de vilas. O Convento da Penha é a principal atração, e se você curte a natureza, vale conferir as opções de esportes radicais no entorno do Morro do Moreno.

O Santuário de Nossa Senhora da Penha é patrimônio arquitetônico e artístico do Espírito Santo, foi fundado em 1558, por Frei Pedro Palácios, e é ponto obrigatório de visita. Lá do alto, vemos Vitória, Vila Velha, o mar e seus navios. O Convento é destino de inúmeras romarias. No dia de nossa visita, foi celebrada uma missa em homenagem ao aniversário da cidade de Vitória, e inúmeros frades circulavam por lá. O Convento estava lotado, mesmo chovendo. A chegada até o topo é uma imersão a natureza, eu e Cecília optamos pelo retorno a pé, descendo calmamente e observando a beleza a nossa volta.

Rua Vasco Coutinho, s/n° – Prainha.
Telefone: (27) 3329-0420
Aberto de segunda à sábado: das 5h15 às 16h45 | Domingo: das 4h15 às 16h45

Prainha

O sítio histórico da Prainha conta com o Centro Cultural Forte São Francisco Xavier da Barra,o Museu Homero Massena, além da Igreja do Rosário – a mais antiga do Estado. No dia de nossa visita, estavam fechado, infelizmente.

Barra do Jucu, Praia de Itaparica/Itapoã e Praia da Costa

A Barra do Jucu mantém as características de vila de pescadores, por ser mais distante do centro. Na área urbanizada de Vila Velha, temos as praias Itaparica, Itapoã e Praia da Costa. Os quiosques de Itaparica atraem moradores e turistas. As crianças curtiram o calçadão da Praia da Costa com seus parquinhos à beira-mar e uma pracinha no final, já na Praia da Sereia (a mais indicada para crianças) <3

Farol de Santa Luzia

Ao avistar os navios lá em alto mar, durante um passeio pela praia, Cecília ficou  curiosa sobre as embarcações. A visita ao Farol de Santa Luzia, tornou-se uma oportunidade para entender um pouco mais a respeito. Erguido em 1870, com 17 metros de altura e alcance de 32 milhas marítimas, o Farol foi recém inagurado para visitação. Além da vista para a baía de Vitória, há vários registros históricos.
Rua Fernando Monteiro Lindenberg, Praia da Costa, Vila Velha, ES
Aberto de terça a domingo, das 9h às 17h
Telefone: (27) 3349-3898

Recomendo uma visita ao site Rotas Capixabas, que tem várias dicas legais da região. Agradeço especialmente a leitora Milena Borges que compartilhou várias dicas comigo, e a querida prima Letícia Silvério que nos acompanhou pelo tour capixaba.

Até breve, pracinhas capixabas!