⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
“Chega um dia em que não somos mais o que éramos. Antes do dia em que não somos mais o que éramos aconteceram dias e dias em que já não éramos o que achávamos que éramos” – André Gravata

Não existe tempo certo. Nem o momento ideal. Sempre é possível recomeçar. Ter filhos pressupõe entender que iremos trilhar um caminho que dirá muito sobre nós. E também sobre eles. Percebo a cada roda de conversa que realizo, a cada texto compartilhado, que muda o cenário, mas a estrada sinuosa é a mesma. Desconhecidos vivenciam os mesmos desafios que eu na relação com as crianças. Em maior ou menor grau. Conhecer um caminho do meio, sem me tornar permissiva, ou autoritária demais, foi uma luz naqueles dias mais cansativos, em que sucumbimos e nos perdemos na forma de educar.

Quero compartilhar com você o que tem feito muito sentido para mim: educar com respeito, criando uma relação fundamentada no afeto e na conexão. É uma escolha na forma de conduzir a criação, os limites e os diálogos, resultando em efeitos positivos nas relações familiares e no futuro das crianças. A Disciplina Positiva surge como possibilidade, pois é um modelo educativo baseado no respeito mútuo, fundamentado na empatia e que desenvolve habilidades sócio emocionais. Acredito que possa ser uma luz para as angústias e dúvidas que surgem em seu (e no meu) cotidiano.

Eu tenho 2 crianças em idades diferentes, em que os comportamentos desafiadores se expressam das mais variadas formas. Alguns dias podem se transformar em verdadeiras tormentas se eu não estiver segura em como contornar as situações, estabelecer os diálogos. As ferramentas de Disciplina Positiva são várias, e para cada uma, tenho as minhas estratégias mais funcionais. Busco sempre conexão. Se nos propomos a educar as crianças adotando o respeito como imperativo da relação, aprenderemos junto muito sobre tentativas, erros, acertos e frustrações. E que no final ficará tudo bem. O que precisamos como aconselha a educadora parental Mariana Lacerda é olhar para estes seres como eles são: crianças. Adultos somos nós. E cada um com a sua criança interior querendo voz. O crescer é a cada dia, deles e nosso.

Quer conhecer mais sobre a Disciplina Positiva? Participe da semana especial com a Mariana Lacerda. Serão uma série de encontros online e ao vivo, espia os temas:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
♥︎ Encontro #1 > “A manifestação do “EU” e a necessidade da criança de se autoafirmar”⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
♥︎ Encontro #2 > “Maneiras de conseguir autocontrole e criar conexão com a criança” ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
♥︎ Encontro #3 > “Formas respeitosas de ajudar a criança a lidar com a raiva e a agressividade”⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
♥︎ Encontro #4 > “Por que a Disciplina Positiva funciona tão bem e 3 dicas simples para educar com respeito”⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A Mari é terapeuta ocupacional, doutoranda em Saúde da Criança e do Adolescente pela UFMG e educadora parental.  Em sua trajetória pessoal e profissional, entende e acredita que o afeto em família, na escola e na comunidade, é a chave para o desenvolvimento da criança. Seus estudos e atuações são pautados pelas abordagens da Antroposofia, Pedagogia Waldorf, Reggio Emilia, Emmi Pikler, Montessori, Integração Sensorial e Disciplina Positiva.

Inscreva-se neste LINK. É gratuito!
Você pode assistir ao último encontro neste LINK.

Quer fazer o curso Educar com Respeito? Saiba mais AQUI

Depois me conte o que achou e como tem sido a experiência em sua família. Esta troca é muito importante pra mim.