Foto: Patrícia de Sá
Passear pela Lagoa do Nado é voltar a minha infância. Eu considerava o parque o quintal do apartamento em que morava. Vivia por lá com meu pai e irmão, brincando e explorando muito. Estava ansiosa para um passeio em família com as meninas um pouco maiores, assim poderia contar das minhas peraltices.
Parte integrante da antiga Fazenda Engenho Córrego do Nado, em uma área enorme do bairro Itapuã, o parque conta com uma lagoa natural de 22 mil metros quadrados, cercada por um bosque, permitindo às crianças curtirem as visitas de pica-paus, corujas, micos e esquilos, além dos patos e gansos que moram por lá. No antigo casarão está o Centro de Referência de Cultura Popular e Tradicional. Pela área do parque, encontramos peças feitas de madeira em homenagem à nação indígena dos Botocudos, que habitaram o espaço no passado. Curiosidade: a região já foi passagem para tropeiros que seguiam pelo leito do Córrego do Nado.

Atualmente, é um verdadeiro centro de lazer, sendo possível passar o dia inteiro para desfrutar de tudo o que se tem disponível: biblioteca, teatro de arena, quadras de peteca e poli-esportivas, campos de futebol society e oficial, pista de cooper, trilhas e pista de skate bowl. Durante o passeio, em uma manhã de domingo, haviam muitas famílias curtindo um piquenique.

Infelizmente, os brinquedos do parquinho precisam de manutenção urgente. O zanga-bola já não está lá e dos balanços, só sobrou a estrutura.  Tão triste ver a prefeitura investindo no lazer das famílias e a própria população jogando fora aquilo que a gente mesmo pagou para ter. Até quando, gente?

O Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional é uma ótima opção para incrementar o passeio. Criado para ser o espaço de debate em torno da cultura popular e tradicional, afim de identificar, registrar e lançar luz sobre as mais diferentes práticas culturais de Belo Horizonte, tão ricas em cores, sons, cheiros, sabores e sentidos, mas, por vezes, ainda desconhecidas de muitos belo-horizontinos. Há sempre uma programação cultural, vale acompanhar!  O Centro também conta com uma Biblioteca que funciona também aos finais de semana.

A pista de Skate Bowl, implantada em 2014, e é mais um atrativo a mais para os pequenos. A estrutura, de concreto armado, inclui uma plataforma retangular com obstáculos e três bowls (uma pista em formato de piscina, onde os skatistas concentram velocidade aliada às manobras). Para deslizar por lá, é necessário estar com o equipamento de segurança completo, combinado?

O que tem de bom por lá?
:: Uma variedade de opções de lazer para todas as idades
:: Muito verde e espaço para a criançada brincar
:: As oficinas educativas
:: Biblioteca infantil com ótimos títulos
:: O Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional

O que precisa melhorar:
:: A conservação dos brinquedos – novas unidades foram instaladas e já foram depredadas, infelizmente
:: A área dos brinquedos tem pouquíssima sombra
:: Mais bancos e espaços de contemplação
:: Segurança: o parque é muito grande e a presença da Guarda Municipal é inconstante

O Parque realiza várias atividades voltadas para educação ambiental, cultural e esporte, que você pode conferir aqui.

#repost
1ª publicação: janeiro de 2013