Foto: Tanto Mar Fotografia

A Semana Mundial do Brincar 2019 acontecerá entre os dias 25 de maio a 02 de junho e o tema norteador para a mobilização é o brincar “que abraça a diferença”.

A Aliança pela Infância acredita que, além de ser espaço de convivência da diversidade, o brincar é fundamental para a construção de uma cultura de paz.  Os últimos temas da SMB vão se construindo e entrelaçando. Em 2018, o “Brincar de corpo e alma” chamou atenção para a importância de trabalhar a corporeidade e os sentidos, com a criança inteira na brincadeira. Em 2017, a ideia de se perceber o ritmo vital da infância veio com o tema “O Brincar que Encanta o Tempo”. No ano anterior, tratou-se do espaço e sua possibilidade de encantamento, com “O Brincar que Encanta o Lugar”. Em ambos, o convite foi de pensar o ser e estar no mundo, nesse contínuo tempo-espaço.

Agora em 2019, a proposta é pensar em como o brincar livre, meio que incentiva o desenvolvimento das crianças e as permite vivenciar sua criatividade e imaginação, possibilita também o relacionamento com pessoas de realidades diferentes, o que por sua vez estimula o desenvolvimento da empatia que só o contato humano pode proporcionar.

AGENDA
Todos os eventos são gratuitos e com classificação livre

25 de maio, sábado

Uma tarde no Museu
Local: MM Gerdau (Praça da Liberdade)
Em parceria com a Aldeia Jabuticaba, muitas brincadeiras e diversão em família.

Das 14h às 16h30
– O grande teatro das diferenças: No ambiente, camarim, coxia, palco. No camarim, as crianças vão poder brincar de construir seus personagens, com auxílio de figurinos, objetos para cena, maquiagem. Além disso, os brincadores estarão disponíveis para auxiliar e contribuir na construção dos personagens e cenas.
– Instalação “O que vejo através da moldura?”: Diversas molduras suspensas, umas espelhadas e outras não, onde a criança ora irá se ver, ora ver o outro.

Às 14h30 e às 15h30 – Oficina “Jogos cênicos”, com Fabiana Brasil. Vagas limitadas por sessão.
16h30 – Apresentação teatral brincante “Brincando com os Sons de Outono”, com a Cia. Não Somos um Grupo de Teatro. Fragmentos da vida de Morganinha, uma menina que, a partir da paisagem sonora, cria um mundo onírico cheio de brincadeiras.

Entrada gratuita. Sujeito à lotação do espaço.


25 de maio, sábado

Oficina Tina Descolada – Museu dos Brinquedos Itinerante

Local: Centro Cultural Salgado Filho (R. Nova Ponte, 22 – Salgado Filho)
8h às 12h – Exposição de brinquedos, brincadeiras
11h – Oficina Tina Descolada


25 de maio, sábado

1,2,3 e Já! Ler e Brincar

Das 14h às 17h | Sesc Palladium
Brincadeiras coletivas como bolinha de gude, pula corda, chicotinho queimado, amarelinha entre outros compõem o novo 1, 2, 3 e já! E mais: numa nova formatação, o projeto traz o Acervo Artístico e Literário como mais um espaço utilizado pelas crianças com livros, fanzines e uma diversidades de jogos de tabuleiros de diferentes partes e épocas do mundo – o Jogos do Mundo. Dos pequeninos aos já grandões, convidamos a todos a brincarem juntos.


26 de maio, domingo

Piquenique Literário Na pracinha

Local: Parque das Águas Roberto Burle Marx (Barreiro)
9h às 12h – Biblioteca ao ar livre, Feira de trocas de livros, Brincadeiras tradicionais, mediação de leitura, contração de histórias (com intérprete de libras)


28 de maio, terça

Roda de conversa “Os atravessamentos sociais na infância – diálogos sobre as múltiplas experiências de ser criança e do brincar”, com Lucas Martins e Daniella Carvalho

Sesc Palladium – Teatro de Bolso
19h30 | Entrada mediante doação de 1l de leite
Realização: Núcleo Belo Horizonte da Aliança pela Infância | Curadoria Aldeia Jabuticaba
A ideia do bate-papo é estabelecer um diálogo a partir da noção de infância como estrutura socialmente construída e ao mesmo tempo como uma experiência concreta vivenciada pelas crianças. A partir disso, cria-se a possibilidade e necessidade de se pensar a infância em uma perspectiva plural, múltipla e localizada no tempo e espaço.
Pensar a infância a partir de suas pluralidades, significa considerar as diferenças que atravessam as diversas experiências da infância, a partir de marcadores sociais como: raça, classe, gênero, origem geográfica/territorial, faixa etária, etc. O reconhecimento de tais marcadores, aponta para diversas possibilidades de compreensão da infância e suas experiências, ampliando também, a compreensão sobre o brincar. Nesse sentido, buscamos com nossa conversa, a partir da troca de ideias e experiências entre os participantes, ampliar nossa visão sobre o brincar, reconhecendo-o como uma possível ponte, que conecta as diferenças e auxilie no processo e na vivência de uma infância cada vez mais cooperativa e com a produção de trocas em si e com outras gerações.


29 de maio, quarta-feira

Ação Brincante da Aldeia Jabuticaba

15h | Praça Sete
Brincadeiras com os passantes no local.


Sábado, 1 de junho

Feira de Trocas de Brinquedos Na pracinha

9h30 às 11h30
Parque Estrelinha | Havaí

Feira de trocas de brinquedos, bolhas de sabão e contação de histórias estão na programação.


Sábado, 1 de junho

Show Brinquedorias, Grupo Serelepe
Espaço Comum Luiz Estrela: r. Manaus, 348 – Santa Efigênia
O espetáculo “Brinquedorias” apresenta brincadeiras que não são muito conhecidas por aqui e acolá. Elas foram escolhidas por serem curiosas, instigantes e divertidas. Além de suas belas melodias, elas nos provocam com suas movimentações pelo espaço e pelas possibilidades de ficarmos “inventando moda” com elas. Essas brincadeiras foram recolhidas no dia a dia de seus integrantes, por meio da memória da infância, da formação profissional e do encontro com brincantes desse Brasil e da América do Sul e são apresentadas de forma cênica musical, valorizando os aspectos sonoros e os movimentos como inspiradores para a performance.Formado por Reginaldo Santos, Gabriel Murilo, Eugênio Tadeu, o Serelepe [EBA/UFMG] se dedica à produção artística e à música para crianças desde 2005. 
Indicação etária livre
Entrada franca. Sujeito à lotação (120 lugares). Distribuição de senhas 1 hora antes do espetáculo.


Domingo, 2 de junho

Brincaço

Av. José Cândido da Silveira com rua Camilo Prates – Bairro União
Ato de adesão espontânea, com brincantes, grupos artísticos e demais interessados, brincando na rua com o público geral. Brincadeiras tradicionais, música, rodas.