Por Rosane Castilhos, mãe, artista plástica, educadora parental (PDA) 

“Menos presente e mais presença é nosso lema por aqui, mas tem presentes que podem ser amor e presença, e tem muitas Pessoas que gostam de presentear, outras tantas de receber. Então a partir de hoje vou colocar no stories ideias de ‘presentes-presença’. Ideias de ‘coisas’ feitas por pessoas pra dar a outras pessoas.
Algo que pode ser feito com as crianças, ou não. Algo que tenha significado para quem dá e para quem recebe. Algo pensado e feito baseado num consumo consciente, sem tanta pressa, sem tantas performances, sem idas e vindas atropeladas ao mercado, a lojas. Sem aqueles presentes que nada representam… mas que traga o espírito do Natal das Pessoas.
Fazer alguma coisa para o outro requer envolvimento. Precisamos pensar nele, no que gosta, no seu jeito e na relação que temos, o ‘presente’ já é presença antes de ser concreto. 
Faça o que quiser, do jeito que quiser, o que vale é o sentimento que está sendo colocado nesse processo, as emoções que ele provocará. 
Tudo vale: um cartão, um desenho, um bolo, um objeto, um café da manhã com uma flor, uma muda de uma plantinha, uma fotografia, tudo e tanto. Cada um sabe de si, dos seus, das suas capacidades, habilidades, desejos e propósitos. .
Na foto: um vidro com granola caseira, o papel na tampa foi reaproveitado de uma outra embalagem, um cordão, uns galhinhos e muito, muito afeto, foi um presente-presença que fizemos para dar na Páscoa, mas que pode ser dado em qualquer época. 
Nós desejamos que seja sempre um #NataldasPessoas!”