Crianças brincam na praça
Crianças brincam na praça | Foto Tanto Mar Fotografia

2017 foi um ano de muitos passeios que resultaram no guia Beagá pra Brincar. Revisitamos alguns locais e conhecemos novos também. Ainda não conseguimos incluir todas estas novidades em nosso roteiro, mas selecionamos 5 novas “praças” que curtimos: 1 cidade logo ali, outra um pouco mais distante, e 3 em nosso próprio quintal.

MIS Cine Santa Tereza

Situado no bairro Santa Tereza, diante de sua famosa praça, no edifício restaurado do antigo cinema e agora dedicado à preservação do patrimônio audiovisual de Belo Horizonte. Além da sala de exibição e do acervo do museu, o espaço conta com uma biblioteca integrada à rede da Fundação Municipal de Cultura, cafeteria (na época de nosso evento, estava desativada), salas multiuso e banheiros. Uma estrutura muito legal disponível para todos – vale muito a pena conhecer! As sessões de cinema acontecem em horários diversos, aos sábados a tarde há sessões infantis. Eventualmente, há programação especial, como nas férias. Vale muito acompanhar pelas redes sociais.

Quer conhecer?
R. Estrela do Sul, 89 – Santa Tereza
Funcionamento: terça a sexta, das 10h às 21h; sábado e domingo, das 16h às 21h.
Entrada franca | Senhas distribuídas 30 minutos antes da sessão
(31) 3277 4699
bhfazcultura.pbh.gov.br

Confira a cobertura do passeio que fizemos por lá


Praça Alberto Dalva Simão (Praça da Iemanjá)

Bem diante da lagoa, nas proximidades da Casa do Baile, a praça Alberto Dalva Simão – ou de Iemanjá – é ótima pra brincar de pique-esconde. Ela fica na altura da estátua de Iemanjá (por isto o nome), nos encontros das avenidas Otacílio Negrão de Lima e Santa Rosa. É considerada obra-prima da modernidade, contendo jardins e canteiros de flores projetados por Burle Marx. No centro da praça há um pérgula, um caramanchão de concreto. Grandes estruturas de pedra-sabão, uma fonte, canteiros usando canga de minério trazida da Serra da Piedade, contemplam um dos melhores área  de contemplação dos pontos da orla, por estar num nível um pouco mais alto em relação à lagoa.

Quer conhecer? 
Av. Otacílio Negrão de Lima, s/n – São Luiz
Entrada franca

Confira a cobertura do passeio que fizemos por lá


Brincando na rua como antigamente
Brincando na rua como antigamente

No domingo a rua é nossa 

Em junho, participamos de um Brincaço em parceria com a Aldeia Jabuticaba para relembrar como foi a nossa infância, brincando na rua. Aos domingos, os nossos pequenos também têm essa oportunidade com o programa da PBH “No domingo, a rua é nossa” . Algumas vias da cidade semanalmente são fechadas das 7h às 13h, com espaço livre do tráfego de veículos, para caminhadas, passeios de bicicleta, práticas esportivas (como vôlei, peteca, squash, totó). A criançada pode brincar e correr à vontade.

Então, vamos brincar na rua? Confira as ruas atendidas pelo programa:
Região Centro Sul
• Avenida Prudente de Morais, entre a Avenida do Contorno e Rua Acaraú, na Cidade Jardim
• Avenida Bandeirantes, da Praça JK até a Praça da Bandeira, no Mangueiras
• Av. Getulio Vargas, entre as ruas Rio Grande do Norte e Alagoas, na Savassi {Programa BH é da Gente – com atividades programadas esporadicamente}

Região Nordeste
• Avenida José Cândido da Silveira, entre as ruas Camilo Prates e Professor Costa Chiabi, no Cidade Nova
• Avenida Bernardo Vasconcelos, entre Rua Cônego Santana e Rua Senhora da Paz, no Ipiranga

Região Noroeste
• Av. dos Clarins – entre rua das Castanholas e rua dos Bandolins, no Califórnia
Região Oeste
• Avenida Silva Lobo,  entre a Rua Xapuri e Rua Garret, no Barroca
• Av. Henrique Badaró Portugal, entre rua Deputado Fabio Vasconcelos e Rua Eli Seabra Filho, no Buritis
Pampulha
• Avenida Otacílio Negrão de Lima,  entre a Avenida dos Estados e Rua São Tomé e Príncipe, na Pampulha
• Av. Otacílio Negrão de Lima, entre a Barragem e Praça Alberto Dalva Simão, na Pampulha
Barreiro
• Praça Olaria existente entre a Rua Jeribá, Av. Ágave, Rua Babaçu e Rua Telaviv, no Olaria

 


Congonhas – um passeio logo ali!

A 80 quilômetros do centro de BH existe um paraíso barroco perdido entre as montanhas. Menos visitada que as vizinhas Ouro Preto e Mariana, Congonhas é uma cidade histórica que merece ser explorada. É ali que encontramos o Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, onde estão os doze profetas esculpidos em pedra sabão em tamanho real por Aleijadinho. Reconhecido pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, o conjunto da obra é considerada por muitos historiadores como o maior monumento do barroco mineiro, obra-prima de Antônio Francisco Lisboa. Por ali também estão  outros destinos turísticos dessa visita, o Museu de Congonhas e a Romaria. Se você procura uma opção de passeio para um dia das férias, um feriado ou recesso, coloque Congonhas entre suas opções. Vocês irão se surpreender com o passeio!
Confira a cobertura do nosso passeio por lá

 


Bela Tiradentes
Bela Tiradentes

Tiradentes – pra dar uma esticadinha!

Um cidade histórica para andar sem rota, conhecendo os museus, espaços culturais, igrejas, praça e Maria Fumaça, claro! Dá para assistir a teatro de marionetes e até brincar em uma casa torta.  Cidade histórica se anda muito a pé, mas em Tiradentes dá para fazer passeio de charrete, que as crianças curtiram à beça, com direito a contação de histórias pelo guia. Brincar pelas áreas verdes e pela pracinha principal. Gostamos de observar os detalhes, pensar na história do lugar. A gente sempre descobre uma novidade.
Confira a cobertura do nosso passeio por lá

 

 


Vamos brincar lá fora!